O JornalDentistry em 2017-12-06

ARTIGOS

A periodontite severa em doente com cirrose provoca maior mortalidade

Os resultados apresentados a partir de um estudo prospetivo em pacientes com cicatrização irreversível do fígado (cirrose) demonstram que a periodontite severa prevê fortemente maior mortalidade neste grupo de pacientes, após ajustes para vários fatores de risco.

Na Europa, a cirrose é responsável por 1-2% de todas as mortes e é a principal causa de transplante hepático. 

 A periodontite é prevalente na população adulta, com mais de 35% com periodontite e 10-15% com formas graves da doença.

Vários estudos avaliaram a associação entre periodontite e doenças cardiovasculares, cirrose, doença renal crónica, diabetes mellitus, e doenças respiratórias e um número crescente de estudos sugeriram que a periodontite pode afetar o curso das doenças sistémicas. 

Uma má saúde oral e periodontite são muito frequentes em pacientes com cirrose, os estudos sugeriram também que a periodontite está envolvida na progressão de doenças do fígado e que tem um impacto negativo no curso clínico após transplante hepático. 

Segundo Lea Ladegaard Grønkjaer, PhD, RN, no Hospital Universitário de Aarhus, Dinamarca e principal autor, o estudo mostrou que a periodontite severa previu fortemente maior mortalidade em cirrose. A periodontite pode atuar como uma fonte persistente de translocação bacteriana oral, causando inflamação e aumentando as complicações da cirrose. 

O estudo foi realizado com 184 pacientes com cirrose em quem a saúde oral foi avaliada. A periodontite severa foi definida por critérios padrão de periodontologia e os pacientes foram clinicamente acompanhados por um ano em média. 

No registo do estudo, 44% dos pacientes apresentavam periodontite grave. Quase metade dos pacientes incluídos morreu durante o seguimento. A associação de periodontite com mortalidade foi ajustada para idade, género, etiologia de cirrose, pontuação de Child-Pugh, índice de Fator de Fígado em Fim de Fase, estado de fumador, consumo atual de álcool, comorbidade e pontuação de risco nutricional. As análises demonstraram que a periodontite severa foi associada com maior mortalidade por todas as causas. A mortalidade foi atribuída principalmente a complicações da cirrose. 

"Este estudo demonstra a associação entre a doença das gengivas e o risco de morte em pacientes com doença hepática - agora são necessários mais estudos para determinar se a melhoria do tratamento das gengivas pode melhorar os resultados em pacientes com cirrose hepática", afirmou o Prof. Philip Newsome, do Centre for Liver Research & Professor de Hepatologia Experimental, Universidade de Birmingham, Reino Unido, e membro do Conselho de Administração da EASL

O estudo foi apresentado no International Liver Congress ™ 2017 em Amsterdã, Países Baixos.
 

Fonte: Medical News Today

Artigo original: "Severe gum disease strongly predicts higher mortality in cirrhosis"

 

Recomendado pelos leitores

Deficiências imunológicas explicam as cáries excessivas em algumas crianças
ARTIGOS

Deficiências imunológicas explicam as cáries excessivas em algumas crianças

LER MAIS

O número de nódulos metastáticos é um indicador de sobrevivência no cancro oral
ARTIGOS

O número de nódulos metastáticos é um indicador de sobrevivência no cancro oral

LER MAIS

Bactérias cariogénicas produzem substância que as ajuda na tolerância ao cálcio
ARTIGOS

Bactérias cariogénicas produzem substância que as ajuda na tolerância ao cálcio

LER MAIS

Translate:

OJD 45 NOVEMBRO 2017

OJD 45 NOVEMBRO 2017

VER EDIÇÕES ANTERIORES