O JornalDentistry em 2018-1-08

ARTIGOS

Resistência aos antibióticos: Pesquisadores conseguem bloquear genes de resistência.

Os antibióticos são utilizados em todo o mundo para tratar doenças causadas por bactérias. A Organização Mundial de Saúde e outros organismos internacionais, alertam para o aumento global e muito rápido da resistência aos antibióticos. Até 2050, 50 milhões de pessoas morrerão de infeções resistentes a antibióticos

Em última análise, a redução da transferência de plasmídeos de resistência aos antibióticos pode ajudar a preservar a potência dos antibióticos.

 

Uma vez que os antibióticos também são uma parte essencial da medicina moderna, como tratamento profilático durante cirurgias e terapia do cancro, o aumento da resistência das bactérias apresenta um perigo cada vez maior. 

É por isso que os pesquisadores estão ocupados a criar estratégias para enfrentar essa ameaça para a saúde humana - e a University of Montreal está na vanguarda da luta. 

Uma das formas dos genes de resistência aos antibióticos se espalham nos hospitais e no meio ambiente é através da codificação dos genes em plasmídeos que se transferem entre bactérias. Um plasmídeo é um fragmento de DNA encontrado em bactérias ou leveduras. Carrega genes úteis para bactérias, especialmente quando esses genes codificam proteínas que podem tornar as bactérias resistentes aos antibióticos. 

Uma equipe de cientistas do Departamento de Bioquímica e Molecular da University of Montreal apresentou uma nova abordagem para bloquear a transferência de genes de resistência. O estudo realizado por Bastien Casu, Tarun Arya, Benoit Bessette e Christian Baron foi publicado no início de novembro em relatórios científicos.

 

 — Uma biblioteca de moléculas 

Os pesquisadores examinaram uma biblioteca de pequenas moléculas químicas as quais se ligam à proteína TraE, um componente essencial da máquina de transferência de plasmídeos. A análise por cristalografia de raios X revelou o local de ligação exato dessas moléculas à TraE. A obtenção de informações precisas sobre o sitio de ligação permitiu aos pesquisadores conceber moléculas de ligação mais potentes para reduzir a transferência de genes plasmídeos resistentes aos antibióticos.  Baron espera que a estratégia possa ser usada para descobrir mais inibidores da transferência de genes resistentes. 

 

Trabalho com o IRIC  (Institut de recherche en immunologie et cancérologie)

Com base nos novos e encorajadores dados, Baron Vice Reitor da Faculdade de Medicina de University of Montreal e os seus colegas estão a trabalhar com os farmacologistas do IRIC (Institut de recherche en immunologie et cancérologie) da University of Montreal para desenvolver novas moléculas em potentes inibidores da transferência de genes de resistência aos antibióticos. Essas moléculas poderiam ser aplicadas em clínicas e nos hospitais que são os principais focos de resistência. Em última análise, a redução da transferência de plasmídeos de resistência a antibióticos pode ajudar a preservar a potência dos antibióticos, contribuindo para uma estratégia geral para ajudar a melhorar a saúde humana. 

 

Quatro anos de trabalho 

A equipe da University of Montreal levou quatro anos para chegar às descobertas que estão a ser publicadas agora - tempo suficiente para que a resistência aos antibióticos se torne um problema global cada vez mais preocupante. 

O médico pediatra da University of Montreal Joanne Liu, presidente internacional da Médicos Sem Fronteiras, chamou-o de "um tsunami" e Baron acredita que não está exagerando. "É uma imagem muito boa para usar, porque todos sabemos que está a chegar. 

Até 2050, 50 milhões de pessoas morrerão de infeções resistentes a antibióticos O dia em que não poderá tratar as infeções com antibióticos está a chegar. No entanto, a ciência trará novas ideias e novas soluções para esse problema. Há uma grande mobilização no mundo em relação a este assunto.

Fonte: ScienceDaily/University of Montreal

Artigo original:"Antibiotics resistance: Researchers succeed to block genes of resistance"

Estudo:  "Fragment-based screening identifies novel targets for inhibitors of conjugative transfer of antimicrobial resistance by plasmid pKM101"

 

Recomendado pelos leitores

Localização dos cancros orais em fumadores e não fumadores
ARTIGOS

Localização dos cancros orais em fumadores e não fumadores

LER MAIS

Estratégias  para distúrbios orais potencialmente malignos (DOPM)
ARTIGOS

Estratégias para distúrbios orais potencialmente malignos (DOPM)

LER MAIS

Perda dentária na meia idade e o  risco de doença coronária
ARTIGOS

Perda dentária na meia idade e o risco de doença coronária

LER MAIS

Translate:

OJD 50 ABRIL 2018

OJD 50 ABRIL 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES