O JornalDentistry em 2018-3-27

EVENTOS

II Congresso da ALDATMD

O II Congresso da Associação Lusófona da Assistentes e Técnicos de Medicina Dentária abre portas ao diálogo com todas as classes profissionais

Sandra Duarte, fundadora da ALDATMD e presidente da Direção.

No dia 28 de abril, o Hotel Novotel, em Gaia, recebe o segundo evento da ALDATMD – Associação Lusófona de Assistentes e Técnicos de Medicina Dentária. Sandra Duarte, fundadora da associação e presidente da direção, revela todos os detalhes do segundo evento da recém-chegada ALDATMD 

A ALDATMD ainda está a percorrer os seus primeiros passos, mas mantém o empenho das associações mais experientes em promover as melhores práticas na medicina dentária. A comemorar este ano o seu primeiro aniversário, a associação realiza em abril o seu segundo evento, onde promoverá uma discussão multidisciplinar em nome da evolução da profissão. 

O JornalDentistry Quais as expetativas da Associação em relação ao próximo congresso? 

Sandra Duarte – As expetativas são muito elevadas. A Associação Lusófona de Assistentes e Técnicos de Medicina Dentária (ALDATMD) já tem um ano de existência e sabe- mos que, sendo uma associação muito nova, temos a res- ponsabilidade de dar seguimento com foco no crescimento e qualidade em prol dos assistentes e técnicos de medicina dentária. Queremos estar ao lado destes profissionais.  Somos uma equipa dinâmica e proativa que os apoia no desenvolvimento das competências profissionais. Temos estado a trabalhar com afinco para contribuirmos para o sucesso de tudo a que nos propomos. 

O JornalDentistry – O procura a ALDATMD neste segundo evento? 

Sandra Duarte – O objetivo do evento é estabelecer metas de formação profissional e educação contínua através de eventos e seminários dedicados a estes profissionais.  Queremos também promover o debate entre todas as classes profissionais de medicina dentária que irão estar presentes no evento, assistentes dentários, médicos dentistas, higienistas orais e técnicos de prótese dentária, visto que estes profissionais formam uma equipa. Outro dos objetivos é integrar os profissionais da lusofonia trazendo a troca de experiências e conteúdos. 

O JornalDentistry – Quais os principais elementos diferenciadores da abordagem da Associação para a discussão do estado de arte da medicina dentária? 

Sandra Duarte –Trabalhamos sobretudo em função do desenvolvimento profissional e ético dos assistentes e técnicos de medicina dentária. Para tal, procuramos sempre trazer formadores e temas que sejam de interesse para a maioria dos profissio-nais, de forma a promover o crescimento profissional e dife- rencial na formação dos profissionais. 

O JornalDentistry – O que destacaria do programa científico do próximo Congresso? 

Sandra Duarte –Os temas são ecléticos. A palestra "Urgências e emergências no consultório: o que o assistente dentário precisa saber", pelo Dr. Carlos Miguel Marto, abrirá o Congresso. Sabemos que os tratamentos médico dentários ocorrem não só de forma programada, mas muitas vezes em contexto de urgência. Estas situações geram ansiedade nos doentes e nos seus familiares, assim como nos profissionais de saúde, complicam o normal agendamento do dia de trabalho, além de poderem representar situações de risco para a saúde dos doentes. Deste modo, irão ser abordadas as principais situações de urgência no consultório médico dentário, sistematizando os procedimentos a adotar por parte dos técnicos auxiliares de medicina dentária para a resolução destas situações. Igualmente, serão abordadas as situações de emergência que podem ocorrer durante os tratamentos médico dentários, de forma a preparar os profissionais para a sua rápida identificação e resolução, contribuindo para aumentar a segurança e qualidade dos tratamentos presta- dos. O Dr. Nuno Carvalho de Sousa vai apresentar um projeto piloto auto-sustentável: “Museu de História da Medicina Dentária”, a edificar em Belém (Lisboa). Irá aproveitar para, no decorrer da sua palestra, fazer uma avaliação detalhada da pintura intitulada “The Dentist”, pelo mestre Jan Miense Molenaer (1610-1668) e datada de 1629, onde podemos observar a representação da primeira assistente dentária. Para terminar, com a Dra. Joana Amaral, o tema será “A consulta de cirurgia oral: preparação do consultório e do instrumental cirúrgico”. 

Os profissionais de medicina dentária sabem que a cirurgia oral, pela sua complexidade operatória e diversidade de instrumentos cirúrgicos, requer um conhecimento diferenciado e um minucioso planeamento por parte do assistente dentário. A eficácia do procedimento cirúrgico depende de uma perfeita simbiose, dinâmica e comunicação de toda a equipa clínica. Nesta conferência serão abordados métodos de trabalho e de organização que garantam uma performance adequada à consulta de cirurgia oral, permitindo uma imediata resolução de complicações e uma diminuição do tempo operatório, assegurando o máximo conforto ao paciente. 

Artigo publicado no “O JornalDentistry” de março 2018, edição impressa e digital.

Para ler a edição digital do “O JornalDentistry" clique em: OJD

 

 

Recomendado pelos leitores

Curso “O Poder da Erupção” - Um tratamento ortodôntico precoce com aparelhos de orientação de erupção
EVENTOS

Curso “O Poder da Erupção” - Um tratamento ortodôntico precoce com aparelhos de orientação de erupção

LER MAIS

Formação Avançada em
EVENTOS

Formação Avançada em "Cuidados Médico-Dentários no Paciente com Necessidades Especiais"

LER MAIS

Cursos Núcleo CIRO
EVENTOS

Cursos Núcleo CIRO

LER MAIS

Translate:

OJD 50 ABRIL 2018

OJD 50 ABRIL 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES