O JornalDentistry em 2018-4-02

NOTÍCIAS

Filosofia FACE em formação: Para lá dos limites da ortodontia

Teve início nos dias 23 e 24 de fevereiro, no Hotel Tivoli, em Lisboa, o novo formato dos Cursos FACE (Functional and Cosmetic). A formação, pioneira em Portugal e organizada pelo EspaçORTO, quer expandir os limites da ortodontia através de uma filosofia onde o foco está além da cavidade oral

Dra. Arantxa Senosiain e Dr. Domingo Martín

 

Iniciou-se nos dias 23 e 24 de fevereiro, e continuará nos próximos meses de abril (dias 27 e 28), junho (dias 22 e 23), agosto (dia 31) e setembro (dia 1). O curso está dividido em dois ciclos: o primeiro, com quatro módulos teóricos onde serão abordadas as bases desta filosofia; e o segundo, também de quatro módulos, onde os formandos colocarão em prática os conhecimentos consolidados. Este primeiro módulo foi ministrado pelo Dr. Domingo Martín, especialista na Filosofia FACE há 20 anos, e pela Dra. Arantxa Senosiain, especialista nesta filosofia há 10 anos. Seguir-se-ão outros professores FACE nos próximos três módulos. 

Ortodontia além da cavidade oral 
“A ortodontia está focada tradicionalmente apenas na cavidade oral do paciente. Porém, é necessária uma abordagem mais abrangente”, adianta o Dr. Domingo Martín em entrevista a O JornalDentistry. Assim, a Filosofia FACE rege- -se sob a premissa de que o médico dentista deve olhar para o paciente, mas considerar mais do que apenas a sua cavida- de oral: “Deve estar atento à articulação, à musculatura da cara do paciente, aos ligamentos, ou seja, a todo o sistema estomatognático”, sublinha o estomatologista. 
Assim, mais do que alinhar o sorriso do paciente, a Filosofia FACE foca-se em oferecer-lhe um tratamento onde o objetivo é obter um sorriso funcional. O primeiro passo nesse sentido está, de acordo com o Dr. Domingo Martín, associado a um bom diagnóstico. “O primeiro passo é o da realização de um diagnóstico vasto, onde se tem atenção a todos os pormenores. Este tipo de diagnóstico permite compreender tudo o que se passa na cavidade oral do paciente e perceber se alguma dor de que este se queixe está relacionada com algum problema de oclusão, por exemplo”, elucidou o estomatologista. “Quando apenas se alinham os dentes, está a tratar-se somente uma porção mínima dos problemas dos pacientes”, justificou. 
O diagnóstico é o maior protagonista da filosofia FACE. Obedece aos critérios 1,2,3 e 4, que correspondem aos diferentes planos de ortodontia. O critério 1 corresponde à posição da mandíbula. “A mandíbula deve estar no local ideal, funcional. Depois é importante ter em atenção a localização dos dentes, este é o critério 2”, exemplificou o Dr. Domingo  Martín. “Primeiro que tudo é imprescindível averiguar em que estado se encontra a cavidade oral do paciente, estabilizar a articulação, e depois sim corrigir os dentes, primeiro o plano posterior e depois o anterior”, afirma. O estomatologista aponta ainda a importância de os profissionais recorrerem a ferramentas que os auxiliem na sua prática diária. “O articulador é um exemplo de uma ferramenta que ajuda bastante no diagnóstico”, apontou. 

Previsibilidade é o objetivo 
Realizado com uma componente teórica e prática, o curso propõe-se dar aos alunos uma nova visão sobre a ortodontia. “O objetivo é que os alunos se interessem por esta filosofia de tratamento, que se tornem melhores ortodontistas e consigam realizam tratamentos com resultados cem por cento previsíveis”, revelou-nos a Dra. Arantxa Senosiain. Há 10 anos a praticar esta Filosofia, a médica dentista volta a salientar os benefícios do diagnóstico para o sucesso dos tratamentos. “Procura-se a estética facial e dentária, mas tam- bém função, saúde e previsibilidade a longo prazo”, salientou. Tratar os pacientes tendo em conta toda a sua face e não apenas a cavidade oral é o propósito da Filosofia FACE: dar ao paciente um tratamento adequado às suas necessidades e onde a previsibilidade dos resultados é o principal objetivo. 

 

EXPETATIVAS DOS ALUNOS 
Os alunos do Curso FACE têm experiência e prática bastante estabelecida em ortodontia. Para a Dra. Sandra Barradas, este curso representou uma verdadeira oportunidade. “Este curso tem uma forte componente de oclusão, que não é frequente na maioria dos cursos de ortodontia. É uma forma diferente e muito interessante de 
abordar a ortodontia”, conta a médica dentista com prática em ortodontia desde 2006. O Dr. David Pereira da Silva, médico dentista há 13 anos, pretendia frequentar esta for- mação há já algum tempo, com base “em referências de colegas que frequentaram este curso no estrangeiro”, e não deixou por isso escapar a oportunidade de participar na primeira edição realizada em Portugal. “Já tinha tido a oportunidade de ver o Dr. Domingo Martín em alguns Con- gressos e por isso já conhecia um pouco da filosofia FACE, o  que sempre me deixou interessado em saber um pouco mais”, confes- sa. Com a expetativa de adquirir “mais conhecimentos de oclusão que permitam melhorar o diagnóstico e controlar o tratamento, possibilitando uma melhor finalização dos casos e estabilidade a longo prazo”, a Dra. Sandra Barradas quer ser capaz de levar este conceito, que “tem uma forte componente de oclusão”, para a sua prática diária e de o tornar a norma dos tratamentos ortodônticos que realiza. Também com expetativas elevadas em relação ao curso, o Dr. David Pereira da Silva acredita que este conceito contribuirá para a “melhoria da qualidade dos tratamentos ortodônticos” que já realiza na sua prática diária, com especial enfoque no reforço das suas “capacidades de diagnóstico e estabelecimento de objetivos de tratamento”. 

 

—Artigo publicado no “O JornalDentistry” de março 2018 edição impressa e digital.

— Para ler a edição digital clique em: OJD

Mais informações: www.espacorto.com/

 

Recomendado pelos leitores

Só escovar os dentes é insuficiente para proteger os dentes das crianças de alimentos e bebidas açucaradas
NOTÍCIAS

Só escovar os dentes é insuficiente para proteger os dentes das crianças de alimentos e bebidas açucaradas

LER MAIS

Biofisa celebra 10 anos de soluções dedicadas à reabilitação oral
NOTÍCIAS

Biofisa celebra 10 anos de soluções dedicadas à reabilitação oral

LER MAIS

BIAL lança vídeo para assinalar Dia Mundial da Doença de Parkinson
NOTÍCIAS

BIAL lança vídeo para assinalar Dia Mundial da Doença de Parkinson

LER MAIS

Translate:

OJD 50 ABRIL 2018

OJD 50 ABRIL 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES