O JornalDentistry em 2020-11-21

CONVIDADO

A Medicina Dentária e a segunda vaga

Os tempos conturbados que vivemos exortam a uma intervenção ativa dos médicos dentistas nas comunidades onde se inserem e desenvolvem o seu trabalho.

Prof. Doutor Fernando Guerra.

A classe está consciente da gravidade da situação e está preparada para continuar a sua atividade em segurança, garantindo a continuidade dos cuidados de saúde oral dos concidadãos durante esta segunda vaga da pandemia por SARS-Cov-2 que nos assola. É, também, muito importante reforçar a nossa disponibilidade para sustentar mensagens positivas e de resistência junto dos pacientes procurando suster quaisquer atitudes de conformismo para com a situação ou de alívio das medidas de prevenção e proteção. 
A possibilidade de cair em situações de facilitismo é um risco real que deriva do longo período de limitações que temos vivido e que cria sentimentos de exaustão e impaciência na população. A natureza do trabalho do médico dentista permite o desenvolvimento de relações de proximidade e de confiança com os pacientes pelo que pode- mos esperar uma maior abertura destes para com as nossas recomendações. Não deixemos de aproveitar o tempo das nossas consultas para insistir nas medidas de prevenção da transmissão do vírus. É absolutamente essencial que os nossos pacientes recebam instruções para a manutenção do cuidado em relação à correta utilização da máscara, da  lavagem das mãos e do distanciamento físico. 
Importante também a insistência nos questionários de triagem na pré-marcação de consultas, na sua confirmação, na chegada do paciente à clínica e no posterior seguimento das consultas em todas as faixas etárias. 
Igualmente demonstrativo do comprometimento dos médicos dentistas no combate à pandemia é a sua adesão e participação na linha SNS24. Em boa hora criada, esta iniciativa resulta de uma parceria entre a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD) e os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) - e foi possível graças aos esforços abnegados do Bastonário da OMD e do seu Diretor Executivo. 
Desde a primeira hora que muitos médicos dentistas se disponibilizaram para integrar o atendimento aos doentes assintomáticos na linha de contacto e desde cedo a sua colaboração foi reconhecida pelos responsáveis de gestão da linha que realçam a elevada qualificação e o profissionalismo da classe. A possibilidade de colaboração nesta linha tem tido também um forte impacto na classe através do reconhecimento dos portugueses relativamente ao valor acrescentado da participação dos médicos dentistas o que reforçará, com toda a certeza, a perceção da sociedade acerca da importância do médico dentista na saúde. 
Atendendo à necessidade premente de aumento da capacidade de resposta desta linha, apelamos à continuidade da adesão dos colegas médicos dentistas a esta iniciativa. 
A OMD criou, também, um Grupo de Reflexão e Acompanhamento da COVID-19 que reúne especialistas de diferentes áreas e cujos objetivos são o acompanhamento da pandemia e a definição de estratégias que, por um lado, potenciem o papel do médico dentista neste contexto e por outro, mitiguem os aspetos negativos que esta segunda vaga provoca na classe.
A integração de especialistas de diferentes áreas aumenta muito a amplitude de conhecimentos e valoriza enorme- mente a discussão acerca das medidas a adotar. A interação entre profissionais oriundos de diferentes instituições e  Ordens Profissionais, sejam do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária, da Ordem dos Contabilistas Certificados e da Ordem dos Psicólogos bem como de personalidades da medicina dentária ligadas à Assembleia da República e  os elementos da Ordem dos Médicos Dentistas tem sido extremamente profícua. São permanentemente debatidos aspetos relacionados com a orientação clínica e a biossegurança do exercício, os aspetos económicos, de fiscalidade e as possibilidades de acesso a medidas de apoio governamentais, nomeadamente os que dizem respeito apoio à manutenção dos postos de trabalho e às medidas de otimização dos locais de exercício profissional.
Visando o reforço do acesso à informação e a formação dos médicos dentistas, a OMD, através deste grupo, despoletou um ciclo de webinars, em colaboração com personalidades de várias áreas. O primeiro desses eventos, e o único que já decorreu à data em que vos escrevemos, intitulado “Saúde Psicológica nos Locais de Trabalho” resultou de uma parceria estabelecida com a Ordem dos Psicólogos, teve uma audiência síncrona de quatro centenas de colegas e apresenta já mais de 1000 visualizações no Youtube. Tratou-se de uma abordagem muito interessante aos riscos psicossociais com apresentação de documentação muito importante relativa- mente às estratégias a adotar que está disponível no site da OMD para benefício de todos os médicos dentistas.
Os temas subsequentes dedicar-se-ão ao exercício e papel do médico dentista nestes tempos complexos, às formas de comunicação e à implementação de medidas de gestão ajustadas a um tempo difícil.
Também por forma a garantir um acompanhamento mais próximo dos médicos dentistas , a OMD criou um canal de comunicação vocacionado para as questões e dúvidas relacionadas com a pandemia. A Linha de Apoio ao Médico Dentista COVID-19 – Outono/Inverno foi ativada a 16 de Novembro e tem valências no apoio psicológico, na informação jurídica, de contabilidade e na vertente científica.
Queremos concluir este testemunho realçando, mais uma vez, o significativo papel dos médicos dentistas nas nossas comunidades constituindo-se como um vetor importante na transmissão das medidas de saúde pública e prestando um serviço valoroso ao país.
 

Translate:

OJD 78 NOVEMBRO 2020

OJD 78 NOVEMBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.