JornalDentistry em 2023-11-07

ARTIGOS

Alta taxa de mucosite oral grave após RMI observada em cancro de cabeça e pescoço

Estudo mostra que muitos pacientes com cancro de cabeça e pescoço desenvolvem mucosite oral após radioterapia modulada por intensidade (RMI).

O estudo também mostrou que a maioria dos casos de mucosite oral eram graves, e o aumento da gravidade da mucosite estava associado a uma maior probabilidade de colocação de sonda de alimentação, hospitalização e uso de opiáceos.

O estudo incluiu 576 pacientes que foram submetidos a RMI definitiva ou adjuvante durante 2015-2022.

O Oral Mucositis Weekly Questionnaire-Head and Neck Cancer survey foi usado para categorizar a gravidade da mucosite e dor de garganta.

Quase todos os pacientes (98,6%) apresentaram mucosite oral e 62,5% desenvolveram mucosite oral grave. Na última semana de RMI, 48,6% dos doentes tinham dificuldade em beber, 56,8% tinham dificuldade em engolir e 69,4% tinham dificuldade em comer. A maioria dos pacientes (76,8%) estava consumindo uma dieta em purê e/ou tinha um tubo de alimentação ao final da  RMI.

O tempo mediano até à colocação de um tubo de alimentação foi de 32 dias desde o início da RMI. A proporção de pacientes com colocação de sonda de alimentação não profilática foi de 16,4% daqueles com mucosite oral grave e 5,6% daqueles sem mucosite grave (P <,001). No geral, 20,8% dos pacientes necessitaram de hospitalização. As hospitalizações ocorreram uma mediana de 35 dias desde o início da  RMI, e a mediana do tempo de internação foi de 4 dias. A proporção de pacientes que necessitaram de internação hospitalar foi de 25,0% nos que apresentaram mucosite grave e de 13,9% nos que não tiveram (P = .001). A percentagem de doentes que consumiam opiáceos era de 12,2% no início da  RMI e de 50,9% no final do tratamento. A proporção de pacientes que usavam opiáceos foi de 63% entre os que tinham mucosite grave e de 35% entre os que não tinham (P <,001). "Estes resultados sugerem que a mucosite oral continua a causar morbilidade em doentes com cancro de cabeça e pescoço, contribuindo para uma pior qualidade de vida e efeitos financeiros", concluíram os investigadores.

 

Fonte: Oral Cancer Foundation /  www.cancertherapyadvisor.com

Autor: Andrea S. Blevins Primeau, PhD, MBA

Recomendado pelos leitores

Relações laborais na Medicina Dentária: Desafios Legais e Proteção do Profissional
ARTIGOS

Relações laborais na Medicina Dentária: Desafios Legais e Proteção do Profissional

LER MAIS

As bactérias orais são importantes para a  saúde – quatro doenças ligadas ao  microbioma oral
ARTIGOS

As bactérias orais são importantes para a saúde – quatro doenças ligadas ao microbioma oral

LER MAIS

Pesquisa encontra conexão entre fatores de risco para periodontite e saúde geral
ARTIGOS

Pesquisa encontra conexão entre fatores de risco para periodontite e saúde geral

LER MAIS

Translate:

OJD 117 MAIO 2024

OJD 117 MAIO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.