O JornalDentistry em 2020-5-16

ARTIGOS

Primeiro teste de saliva do mundo deteta cancro da garganta oculto

Um teste simples de saliva desenvolvido pelos cientistas biomédicos da Univ. de Tecn. de Queensland (QUT) detetou cancro da garganta precoce numa pessoa que não apresentava sintomas nem sinais clínicos de cancro.

O estudo foi realizado pelos pesquisadores da Queensland University of Technology (QUT), Professora Associada Chamindie Punyadeera e Dr. Kai Tang. 

— Uma série de testes de HPV da saliva detectou um cancro da garganta assintomático durante um ensaio de um novo diagnóstico de saliva 

— Mais estudos de validação são necessários para confirmar esta descoberta 

— É uma descoberta inédita no mundo; anteriormente não havia teste de triagem para o cancro orofaríngico pelo Vírus do Papiloma Humano (VPH- DNA) 

—O paciente foi submetido a uma cirurgia na qual um cancro de 2 mm foi removido e não teve recorrência do VPH-DNA na sua saliva. 

No que se acredita ser o primeiro do mundo, o teste não invasivo recolheu o DNA do VPH numa amostra de saliva de uma pessoa saudável infetada. A infeção persistente pelo vírus do papiloma humano (VPH) é agora a principal causa do cancro orofaríngico (amígdalas e área da base da língua na garganta). 

"A série de testes de saliva levantou o alerta e detetou um cancro precoce antes que a pessoa tivesse algum sintoma", disse a professora associada da Faculdade de Saúde da QUT, Chamindie Punyadeera, que, juntamente com o Dr. Kai Tang, desenvolveu o teste. 

“Isso permitiu a remoção da amígdala que apresentava um cancro de 2 mm, apenas por cirurgia local direta. 

“A incidência de cancro da garganta de alto risco por vírus de papiloma humano (VPH) está em ascensão nos países desenvolvidos e, infelizmente, é frequentemente descoberto apenas quando está em fase avançada, com os pacientes a necessitar de tratamento complicado e altamente impactante.

"Nos EUA, os cancros de garganta acionados ao VPH superaram os cancros de colo do útero como o cancro mais comum causado pelo VPH, mas diferentemente do cancro de colo de útero, até agora, não havia nenhum teste de triagem para esse tipo de cancro orofaríngico.”

A descoberta foi feita durante um estudo de prevalência do VPH que incluiu 665 indivíduos saudáveis.

“Para fazer o teste, tudo o que a pessoa precisa fazer é dar uma amostra de saliva. Quando o teste mostra o DNA do VPH-16,  é repetido e se a presença do VPH-16 for persistente por um período de tempo, suspeitamos que possa haver um cancro subjacente.

“A pessoa que relatamos neste estudo foi consistentemente positiva para o DNA do VPH-16 durante 36 meses, com uma contagem cada vez maior de DNA do VPH-16 após o teste aos 6, 12 e 36 meses.

“Verificou-se que o paciente apresentava carcinoma espinocelular de 2 mm na amígdala esquerda, tratado por amigdalectomia. Isso deu ao nosso paciente uma grande chance de cura com um tratamento muito simples.

"Desde a cirurgia, o paciente não teve evidências de DNA do VPH-16 na sua saliva."

A professora Punyadeera disse que este foi o primeiro caso de diagnóstico histologicamente confirmado de um cancro da garganta oculto e assintomático, diagnosticado com um teste de triagem de saliva e que estudos de validação mais amplos foram necessários para confirmar esta descoberta.

“A presença desse padrão de VPH-DNA salivar elevado deve ser totalmente avaliada, pois pode fornecer o marcador crítico para a deteção precoce do cancro.

“Agora temos a promessa de um teste de triagem para cancro orofaríngico e há uma necessidade urgente de realizar um grande estudo para validar esse teste e o caminho de avaliação apropriado para pessoas com VPH-DNA salivar persistente.

Esta pesquisa faz parte de uma colaboração com a professora Liz Kenny do Royal Brisbane and Women’s Hospital’s, Sarj Vasani, Dra. Touraj Taheri,  Professora Associada Brett Hughes e Professora Laurence J. Walsh da Universidade de Queensland.

 

Fonte: Oral Cancer Foundation / www.miragenews.com

 

Recomendado pelos leitores

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19
ARTIGOS

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19

LER MAIS

Melhorar o tratamento da periodontite
ARTIGOS

Melhorar o tratamento da periodontite

LER MAIS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita
ARTIGOS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita

LER MAIS

Translate:

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.