O JornalDentistry em 2019-12-06

ARTIGOS

Infeções orais comuns na infância podem aumentar o risco de aterosclerose na idade adulta

Um estudo finlandês de acompanhamento de 27 anos sugere que infeções orais comuns na infância, cárie e doenças periodontais estão associadas a um risco aumentado de aterosclerose na idade adulta.

A associação entre infeções orais na infância e aterosclerose carotídea na idade adulta foi observada no The Cardiovascular Risk in Young Finns Study, uma coorte prospectiva em andamento.

"A observação é nova, uma vez que não há estudos de acompanhamento anteriores sobre infeções orais na infância e o risco de doenças cardiovasculares", diz docente Pirkko Pussinen, docente na Universidade de Helsinque.

Sabe-se que infeções e inflamações orais mais avançadas - lesões endodônticas e periodontite - estão associadas a vários fatores de risco cardiovascular e risco de doença em adultos. Em adultos, a periodontite, em particular, tem sido extensivamente estudada e atualmente é considerada um fator de risco independente para doenças vasculares ateroscleróticas. O tratamento da periodontite também é conhecido por diminuir os fatores de risco cardiovascular.

A associação entre infeções orais na infância e aterosclerose foi encontrada num estudo realizado na Universidade de Helsinque, Departamento de Doenças Orais e Maxilofaciais, em colaboração com o grupo nacional de pesquisa Cardiovascular Risk in Young Finns Study. O estudo foi publicado no JAMA Network Open.

O estudo foi iniciado em 1980, quando foram realizados exames orais clínicos em 755 crianças de 6, 9 e 12 anos. O acompanhamento terminou em 2007, quando a espessura íntima-média da artéria carótida foi medida por exame ultrassonográfico aos participantes, que tinham então 33, 36 e 39 anos de idade.

O seguimento foi de 27 anos e os fatores de risco cardiovascular foram medidos em vários momentos. Uma exposição cumulativa ao fator de risco foi calculada na infância e na idade adulta. Os sinais de infeções orais e inflamação coletados no estudo incluíram cárie, obturações, sangramento na sondagem e profundidade da bolsa.

Quanto mais sinais de infeções orais, maior o risco de aterosclerose

De todas as crianças, 68%, 87% e 82% apresentaram sangramento, cárie e obturações, respetivamente. Não houve diferenças entre os rapazes e as raparigas. Observou-se menor estatura periodontal em 54% das crianças, sendo mais frequente nos rapazes do que nas raparigas. Apenas 5% das bocas examinadas eram totalmente saudáveis, enquanto 61% e 34% das crianças apresentavam um a três sinais e quatro sinais de infeções orais, respetivamente.

"O número de sinais associados significativamente à exposição cumulativa aos fatores de risco cardiovascular na idade adulta, mas principalmente na infância", diz o professor Markus Juonala, da Universidade de Turku.

Tanto a cárie quanto as doenças periodontais na infância foram significativamente associadas à espessura íntima-média da artéria carótida na idade adulta. O espessamento da parede da artéria carótida indica a progressão da aterosclerose e um risco aumentado de infarto do miocárdio ou cerebral.

Os pesquisadores enfatizam, em conclusão: "As infeções orais eram um fator de risco independente para aterosclerose subclínica; e a sua associação com fatores de risco cardiovascular perseverou durante todo o acompanhamento. A prevenção e o tratamento de infeções orais são importantes já na infância".

Fonte: MedicalXPress /University of Helsinki

"Common oral infections in childhood may increase the risk of atherosclerosis in adulthood"

 

Siga-nos no Facebook:    www.facebook.com/jornaldentistry/

Site "O JornalDentistry"   www.facebook.com/jornaldentistry/

 

Recomendado pelos leitores

Cancros causados pelo HPV respondem melhor ao tratamento - Estudo ajuda a explicar porquê
ARTIGOS

Cancros causados pelo HPV respondem melhor ao tratamento - Estudo ajuda a explicar porquê

LER MAIS

Infodemia, o novo vírus letal que afeta toda a economia
ARTIGOS

Infodemia, o novo vírus letal que afeta toda a economia

LER MAIS

Translate:

OJD70 FEVEREIRO 2020

OJD70 FEVEREIRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.