JornalDentistry em 2023-9-27

EVENTOS

XXIX Congresso da SPO

O evento decorre nos próximos dias 26, 27 e 28 de outubro, no Centro de Congressos do Tagus Park, em Oeiras, Lisboa.

Dr. Pedro Costa Monteiro, Dr. Tommaso Castroflorio e Dr. Francesco Garino

Especialistas de referências da ortodontia nacional e internacional vão  debater  os desafios da área e a transição e adoção de novas técnicas 

1. Quais são as principais aplicações práticas do tema que aborda? Que conhecimento adicional irá trazer sobre o tema? 

2. Quais as indicações para enviar o paciente para cirurgia ortognática?

3. O que nos diz a evidência científica mais recente sobre o uso de alinhadores em casos mais complexos  em ortodontia?

4. O que é que trará o futuro? 

 

Dr. Pedro Costa Monteiro 

1. Este ano escolhi o tema ‘Mordida Aberta: do Diagnóstico ao tratamento com recurso a alinhadores dentários transparentes’, focando a aplicação de alinhadores no preparo de casos ortodônticos cirúrgicos e mostrando também os recursos disponíveis nas técnicas de alinhadores com abordagem não cirúrgica. 

A importância e dificuldade do diagnóstico de algumas anomalias de mordida aberta tornam, por vezes, o diagnóstico esquelético ou dento-alveloar confuso. 

Através de alguns casos clínicos vou demonstrar abordagens diferentes para tratamento das mordidas abertas anteriores. 

2. A mordida aberta anterior, de origem hereditária, exige habitualmente uma abordagem multidisciplinar e o plano de tratamento passa, normalmente, por tratamento ortodôntico cirúrgico ortognático. 

As características faciais, tais como altura facial anterior, chanfradura antegonial e a inclinação da sínfise ajudam-nos na identificação de casos cirúrgicos, nunca esquecendo os fatores externos, como hábitos de sucção, deglutição atípica, hipotonicidade muscular e padrão morfogénico vertical. 

Uma abordagem detalhada e um diagnóstico exaustivo são os truques para uma ortodontia de sucesso. 

 

Dr. Tommaso Castroflorio e Dr. Francesco Garino 

1. Quais são as principais aplicações práticas do tema que aborda? Que conheci- mento adicional irá trazer sobre o tema? 

Durante o nosso curso e apresentação no Congresso da Sociedade Portuguesa de Ortodontia vamos discutir a evolução dos alinhadores ortodônticos, com foco na biomecânica dos alinha- 

dores. Encontramo-nos a trabalhar juntos nesta questão desde o início da nossa parceria profissional que começou  há cerca de 15 anos. O sucesso da terapia com alinhadores depende de diversos fatores, incluindo princípios mecânicos subjacentes à mecânica do tratamento. Portanto, serão destacadas aplicações práticas destes princípios, de forma a explicar a mudança de paradigma de abordagens guiadas por acessórios para abordagens orientadas por alinhadores. 

Na terapia com alinhadores guiados por acessórios, os acessórios ortodônticos desempenham um papel crucial na obtenção dos movimentos dentários desejados. Os acessó- rios são estrategicamente colocados em dentes específicos para permitir um controlo previsível e a aplicação forçada durante o tratamento. 

Os acessórios atuam como auxiliares mecânicos, permi- tindo que os alinhadores exerçam forças controladas sobre os dentes, facilitando os movimentos dentários desejados. No entanto, as abordagens baseadas em acessórios têm limitações, incluindo a necessidade de posicionamento preciso, potencial desconforto e diminuição estética devido aos acessórios visíveis. 

Nos últimos anos, as abordagens baseadas em alinhadores ganharam terreno, concentrando-se na otimização do design do alinhador para melhorar as capacidades de movimentação dos dentes. 

As abordagens orientadas por alinhadores viram melhorias ao nível do design do alinhador, incorporando recursos como adaptação de alinhadores de precisão e áreas de ativação projetadas. O ajuste preciso do alinhador garante um ajuste ideal aos dentes, facilitando a aplicação eficaz da força. 

As áreas de ativação projetadas são regiões estrategica- mente posicionadas dentro de alinhadores que podem apli- car forças específicas aos dentes alvo, facilitando os movimentos dentários desejados. Esses avanços proporcionam um controlo mais preciso sobre os movimentos dentários, permitindo que até mesmo casos ortodônticos complexos sejam tratados de forma eficaz com alinhadores. 

A tecnologia dos alinhadores melhorou significativamente ao longo dos anos, contribuindo para a sua popularidade. As técnicas de digitalização 3D e modelagem digital de última geração permitem que os ortodontistas criem alinhadores personalizados que se encaixam confortavelmente e aplicam a pressão apropriada para mudar os dentes gradualmente. Além disso, o uso de algoritmos de software melhora o planeamento do tratamento e permite movimentos dentários mais eficientes e precisos. 

Obviamente, ainda existem algumas limitações e os investigadores de todo o mundo estão a trabalhar para superá-las. 

há cerca de 15 anos. O sucesso da terapia com alinhadores depende de diversos fatores, incluindo princípios mecâni- cos subjacentes à mecânica do tratamento. Portanto, serão destacadas aplicações práticas destes princípios, de forma a explicar a mudança de paradigma de abordagens guiadas por acessórios para abordagens orientadas por alinhadores. 

Na terapia com alinhadores guiados por acessórios, os acessórios ortodônticos desempenham um papel crucial na obtenção dos movimentos dentários desejados. Os acessórios são estrategicamente colocados em dentes específicos para permitir um controlo previsível e a aplicação forçada durante o tratamento. 

Os acessórios atuam como auxiliares mecânicos, permitindo que os alinhadores exerçam forças controladas sobre os dentes, facilitando os movimentos dentários desejados. No entanto, as abordagens baseadas em acessórios têm limitações, incluindo a necessidade de posicionamento pre- ciso, potencial desconforto e diminuição estética devido aos acessórios visíveis. 

Nos últimos anos, as abordagens baseadas em alinhadores ganharam terreno, concentrando-se na otimização do design do alinhador para melhorar as capacidades de movimentação dos dentes. 

As abordagens orientadas por alinhadores viram melhorias ao nível do design do alinhador, incorporando recursos como adaptação de alinhadores de precisão e áreas de ativação projetadas. O ajuste preciso do alinhador garante um ajuste ideal aos dentes, facilitando a aplicação eficaz da força. 

As áreas de ativação projetadas são regiões estrategica- mente posicionadas dentro de alinhadores que podem apli- car forças específicas aos dentes alvo, facilitando os movimentos dentários desejados. Esses avanços proporcionam um controlo mais preciso sobre os movimentos dentários, permitindo que até mesmo casos ortodônticos complexos sejam tratados de forma eficaz com alinhadores. 

A tecnologia dos alinhadores melhorou significativamente ao longo dos anos, contribuindo para a sua popularidade. As técnicas de digitalização 3D e modelagem digital de última geração permitem que os ortodontistas criem alinhadores personalizados que se encaixam confortavelmente e aplicam a pressão apropriada para mudar os dentes gradualmente. Além disso, o uso de algoritmos de software melhora o pla- neamento do tratamento e permite movimentos dentários mais eficientes e precisos. 

Obviamente, ainda existem algumas limitações e os investigadores de todo o mundo estão a trabalhar para superá-las. 

3. Dados da literatura existente dizem-nos, sem sombra de dúvida, que os alinhadores são previsíveis no tratamento de casos com mal oclusões leves a moderadas. Os dados sobre tratamentos complexos e extrativos são discordantes. Acreditamos que a habilidade e a experiência do ortodontis- ta que supervisiona o tratamento desempenham um papel crucial. 

Os casos complexos exigem um planeamento e execução cuidadosos, com a utilização de recursos auxiliares, como normalmente fazemos com aparelhos e arcos. O ortodontista é sempre o principal pilar de um tratamento ortodôntico: a tecnologia é uma ferramenta, não o objetivo. 

Um artigo recente afirma que 74% da amostra considerada tratada com alinhadores teria passado a pontuação ABO. Esta percentagem não está longe dos 78% de casos que passaram no exame American Board of Orthodontics (ABO) de 2022, casos tratados principalmente com aparelho fixo. 

No entanto, é necessário relembrar que uma simulação virtual do plano de tratamento continua a ser uma “simulação” e que o ortodontista deve manter o controlo. Para alguns movimentos complexos o uso de auxiliares pode produzir resultados mais eficientes e eficazes. 

4. O futuro trará atualizações nos materiais, melhorias no âmbito dos tratamentos com alinhadores e maior sensibilização do ortodontista sobre movimentos que podem ou não ocorrer com alinhadores. 

Melhorias na inteligência artificial e no machine learning podem levar a algoritmos mais sofisticados que apoiam ortodontistas no diagnóstico centrado no paciente e no design do plano de tratamento. As tecnologias de impressão e digitalização 3D podem permitir a criação de alinhadores com diferentes áreas de ativação ou espessuras para otimizar a libertação de força, encaixando-se perfeitamente com a anatomia dentária única de cada paciente, levando a movimentos dentários mais eficientes e precisos e expan- dindo a ortodontia alinhadora. 

Os plásticos biodegradáveis têm sido apresentados como uma solução para o problema da poluição provocada pelo plástico que assola o mundo. Esperamos que uma das primeiras revoluções na ortodontia dos alinhadores seja a introdução de plásticos compostáveis de forma a dar um sorriso a todos, não apenas aos nossos pacientes 

 

 

 

 

 

 

Recomendado pelos leitores

Arouca recebe 7º Encontro APOMED-SP nos dias 21 e 22 de junho
EVENTOS

Arouca recebe 7º Encontro APOMED-SP nos dias 21 e 22 de junho

LER MAIS

Portugal recebe pela primeira vez evento mundial dedicado ao laser em medicina dentária
EVENTOS

Portugal recebe pela primeira vez evento mundial dedicado ao laser em medicina dentária

LER MAIS

Junte-se a nós em Riad no congresso regional da FDI-SIDC 2025
EVENTOS

Junte-se a nós em Riad no congresso regional da FDI-SIDC 2025

LER MAIS

Translate:

OJD 118 JUNHO 2024

OJD 118 JUNHO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.