O JornalDentistry em 2021-8-10

NEGÓCIOS E MKT

Comunicação na Medicina Dentária

A habilidade de nos relacionarmos com outras pessoas transcende as dimensões de uma comunicação protocolar.

Concordo que a sequência e a sistematização da transmissão de mensagens como fatores que promovem a informação, de uma ou entre ambas as partes, necessárias

para informar e apoiar a interação com os pacientes.

A pandemia democratizou a utilização de plataformas digitais e facilitou o seu acesso a muitas pessoas que antes não as utilizavam regularmente.

Criou-se então uma oportunidade para nos aproximarmos, gerarmos vínculos emocionais e, evidentemente, de suporte para as necessidades que possam vir a ser relatadas.

A comunicação nestes moldes, onde somos mais interes- santes e não interesseiros, permite a demonstraçã do cuidado com as pessoas que frequentam a clínica.

Esta conexão de modo frequente, em harmonia com os dados que produzimos e formalizamos nas consultas iniciais, tem o caráter de atenção e de preocupação.

Não somente com a saúde do paciente, mas com a sua vida de um modo em geral. A disposição de estarmos atentos às pessoas que fazem parte da nossa trajetória, confere-nos credibilidade.

A prevenção pode ser o propósito, antecipar problemas pode ser a estratégia, manter a saúde é o objetivo esperado.

Ignore definitivamente uma comunicação pré-fabricada, destinada da mesma forma a todos, com uma mesma retórica. Frases prontas são frias e, na maioria das vezes, pro- vocam efeitos de afastamento, sem a intenção da responsabilidade de zelar por alguém que confia na nossa postura profissional.

Mensagens subscritas por computador, formatadas com o mesmo intuito de apenas atrair clientes para rentabilizar a clínica, esquecendo os seres humanos esclarecidos que as recebem e tem o poder de escolha. Esta não mais baseada exclusivamente nos resultados, mas no conjunto de atitudes que marcam a humanização dos processos associados.

Personalizar a comunicação pode render mais trabalho, mas, infinitamente, supera a linguagem robotizada utilizada para dinamizar e apressar as ações para tal.

 

Autor: Dr. Celso Orth,  Graduado em Medicina Dentaria - UFRGS; MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getulio Vargas; Educador Físico - IPARS; Membro Fundador da Academia Brasileira de Odontologia Estética; Membro Honorário da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética; Palestrante de Gestão na Prestação de Serviços na área da saúde; Reabilitador que trabalha em tempo integral na Clínica Orth - Rio Grande do Sul - Brasil.

 Para enviar questões e solicitar esclarecimentos: celsoantonioorth@gmail.com

Translate:

OJD 87 SETEMBRO 2021

OJD 87 SETEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.