O JornalDentistry em 2018-7-23

ARTIGOS

10 Factos sobre as ligações entre o Vírus do Papiloma Humano (VPH) e o Cancro Oral

Não há dúvida de que vacina contra o (VPH) é uma proteção eficaz contra o cancro cervical. Também muitas pessoas consideram que não beber e não se fumar é uma proteção eficaz contra o do cancro oral. Sobre este assunto alguns fatos surpreendentes e preocupantes.

— 1)  Muito do que ouvimos sobre o VPH tem a ver com o cancro do colo do útero. No entanto, temos mais adultos com cancro oral originado por VPH do que como cancro do colo do útero. 

— 2) O cancro oral por VPH afetou mulheres e homens. Até 2020, espera-se que o número de cancros orais relacionados com VPH em homens de meia-idade ultrapasse as taxas de cancro do colo do útero em mulheres. Rapazes e raparigas devem ser vacinados contra o VPH aos 11 ou 12 anos de idade para não só reduzir o risco de cancro oral, mas também diminuir o risco de cancro do colo do útero nas mulheres e cancro do pénis nos homens. 

— 3) Entre os casos recentemente diagnosticados de cancro oral, o segmento que mais cresce é o de pessoas com menos de 40 anos infetadas pelo VPH tipo 16. 

Mesmo com esse conhecimento, em 2017, as taxas de vacinação só aumentaram para 46% das raparigas e 26% dos rapazes. Parece que a redução dessa tendência levará muito tempo. 

— 4) Estar vacinado contra o VPH não significa que se esteja completamente protegido. Existem 200 estirpes do VPH conhecidas, incluindo as que causam verrugas principalmente nos pés e e 25 tipos de VPH que são associados ao cancro orofaríngico. A mais recente vacina Gardasil (lançada em 2017) só ajuda a proteger contra nove das mais perigosas estirpes. Além disso, ainda não se sabe a duração da proteção cai e se a revacinação será igualmente tão eficaz. 

— 5) O tabaco (incluindo os aparelhos eletrónicos) era a principal causa de cancro oral. Agora, o VPH lidera, com um risco calculado em 10 vezes o de fumar. Outras causas de cancro oral são álcool, genética e ter mais de 40 anos. 

— 6) Um diagnóstico precoce do cancro oral é absolutamente crítico para a sobrevivência, caso contrário, poderá causar incapacidade de engolir ou mastigar e desfiguração grave causa pelo processo cirúrgico para remover tumores. É essencial fazer check-up dentário com alguma frequência, para despiste do cancro oral 

— 7) O número de cancros orais aumentou nos últimos 7 anos . A cada 20 minutos de todos os dias durante o ano, surge um novo caso de cancro oral causado pelo VPH. 

— 8) Não existe ainda uma triagem completamente eficaz para o cancro oral provocado pelo VPH. Geralmente surge por detrás das dobras da amígdala, na parte de trás da boca, na garganta ou na base da língua. A saliva pode ser analisada quanto à presença de estirpes de VPH para elaboração de uma estratégia  individualizada para a eliminação precoce do vírus e / ou deteção precoce do cancro. 

— 9) Ao contrário de alguns vírus (como o herpes simplex), os seres humanos podem “eliminar” uma infeção por VPH, desde que haja uma boa "resposta imunológica do hospedeiro", o que significa uma boa saúde geral. Dormir bem, uma dieta de alimentos integrais, hidratação, abstenção de fumar (de qualquer tipo), abstenção de álcool / drogas pesadas, perca de peso (se houver sobrepeso / obesidade) e evitar stresse excessivo, pode eliminar o vírus. Se o organismo não conseguir pelos seus próprios meios eliminar o vírus continuará com uma infeção persistente por VPH, tornando o organismo mais suscetível ao cancro. 

—10) A idade média da primeira exposição ao sexo oral atualmente acontece bastante cedo. É necessário divulgar às crianças, adolescentes, e jovens adultos que sexo oral não é sexo seguro e pode levar à transmissão do VPH. 

 

Fonte:  Oral Cancer Foundation/ thirdage.com 

Autor:  Dr. Susan Maples - Especialista em saúde oral e saúde sistémica e autora do livro “Blabber Mouth: 77 Secrets Only Your Mouth Can Tell You to Live a Healthier, Happier, Sexier Life,” 

Artigo original publicado pela Oral Cancer Foundation:  OCF

Recomendado pelos leitores

Novas descobertas sobre a síndrome de dor crónica na boca
ARTIGOS

Novas descobertas sobre a síndrome de dor crónica na boca

LER MAIS

“Dor de dente do aviador”
ARTIGOS

“Dor de dente do aviador”

LER MAIS

Cientistas encontram  patógeno bacteriano (Porphyromonas gingivalis) em cérebros de pacientes com Alzheimer
ARTIGOS

Cientistas encontram patógeno bacteriano (Porphyromonas gingivalis) em cérebros de pacientes com Alzheimer

LER MAIS

Translate:

OJD 59 FEVEREIRO 2019

OJD 59 FEVEREIRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.