O JornalDentistry em 2021-8-31

ARTIGOS

Complicações orais provocadas pelo Vírus do Papiloma Humano (HIV)

O HIV ao atacar o sistema imunitário, leva a uma grande variedade de sintomas. O vírus pode afetar todas as partes do corpo, incluindo a pele, sistema nervoso, respiratório e digestivo. Aumenta também a probabilidade de problemas orais.

 

O National Institute of Dental and Craniofacial Research afirma que as pessoas infetadas com o HIV estão "em risco especial de terem problemas de saúde oral". As evidências sugerem que cerca de 30 a 80% das pessoas que vivem com infeção por HIV tem associadas complicações orais.

Os sintomas do HIV variam consoante a fase do estágios. Há três fase:

• Fase 1: Infeção aguda por HIV

• Fase 2: Infeção crónica por HIV

• Fase 3: SIDA

Os sintomas orais, como úlceras na boca, ocorrem frequentemente durante a fase aguda. Como resultado, podem ser um sinal precoce de infeção por HIV. Os sintomas orais também podem ser importantes para monitorizar a progressão

Os sintomas orais do HIV podem afetar a língua de várias maneiras, cada uma das quais pode exigir tratamentos diferentes.

Neste artigo, olhamos para os principais sintomas do HIV que podem afetar a língua e as opções de tratamento possíveis. Também discutimos como reduzir o risco de complicações orais.

O HIV pode afetar indiretamente a língua porque causa vários problemas de saúde oral. Estes incluem:

• candidíase

• leukoplakia peluca

• herpes

• hiperpigmentação

• verrugas

Outras complicações na boca

As pessoas com HIV podem desenvolver outras condições que levam a complicações na boca, incluindo:

• feridas de canker

• doença das gengivas

• O sarcoma de Kaposi

A razão para isso é que o HIV enfraquece o sistema imunitário, tornando mais difícil o  organismo lutar contra a infeção.

Cuidados preventivos

As pessoas podem tomar várias medidas para minimizar as hipóteses de contrair HIV. 

• abstenção de sexo

• utilização  preservativo, em qualquer e toda a atividade sexual

• evitar a partilha de agulhas

• utilização de medicação para a prevenção do VIH, como profilaxia pré-exposição (PrEP), para pessoas com risco acrescido

De acordo com a American Dental Association, uma pessoa com HIV pode ajudar a prevenir complicações orais adotando as seguintes práticas:

• Consultas dentárias regulares

• Escovar os dentes duas vezes por dia durante pelo menos 2 minutos de cada vez

• Fio dental entre os dentes

• Tomar medicação para o VIH regularmente

Além de experimentar as complicações orais descritas, as pessoas com HIV pode ter boca seca crónica. Isto pode levar a outros problemas, incluindo infeção e decadência dentária.

Fonte: Medical News Today/National Institute of Dental and Craniofacial Research

Artigo original MNT

Recomendado pelos leitores

Complicações após terapia com implante dentário são comuns
ARTIGOS

Complicações após terapia com implante dentário são comuns

LER MAIS

Pessoas com periodontite podem ter duas vezes mais probabilidades de serem hipertensos
ARTIGOS

Pessoas com periodontite podem ter duas vezes mais probabilidades de serem hipertensos

LER MAIS

A Inteligência Artificial (IA) pode dar uma ajuda no diagnóstico e prognóstico de carcinoma de células escamosas oral (CCE)
ARTIGOS

A Inteligência Artificial (IA) pode dar uma ajuda no diagnóstico e prognóstico de carcinoma de células escamosas oral (CCE)

LER MAIS

Translate:

OJD 87 SETEMBRO 2021

OJD 87 SETEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.