O JornalDentistry em 2022-5-20

ARTIGOS

Crise nos cuidados dentários em pessoas com doença mental grave

Segundo investigadores as pessoas com doenças mentais graves estão estão mais sujeitas a maiores descuidos quando se trata de cuidados de saúde oral, de acordo com novas pesquisas.

O estudo explora as razões pelas quais as pessoas com doença mental grave - como a esquizofrenia e a desordem bipolar - lutam para manter uma boa saúde oral e aceder aos cuidados dentários, deixando-as três vezes mais propensos do que a população em geral a perder todos os dentes.

A investigação encontrou uma falta de integração dos serviços de saúde oral, mental e física e a falta de apoio personalizado para aceder aos cuidados dentários para ser fatores que contribuem.

O estudo destaca a necessidade de pessoal de cuidados de saúde mental prestar apoio a uma boa saúde oral. Os prestadores de cuidados dentários também beneficiariam de formação para aumentar o seu conhecimento das necessidades das pessoas com doença mental grave, sugere a investigação.

A disponibilidade de cuidados foi sinalizada pelo estudo como um problema importante, com relatórios recentes que sugerem que até nove em cada dez consultórios dentárias do SNS na Inglaterra estão agora fechadas a novos pacientes de rotina.

O principal autor do estudo Dr. Masuma Mishu, do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade de York, diz que "as pessoas com doença mental grave têm uma saúde oral mais pobre em comparação com as que não têm doença mental e as cáries dentária não tratadas são uma causa comum de internamentos hospitalares não psiquiátricos para este grupo. O nosso estudo aborda a necessidade urgente de compreender as razões subjacentes a estas desigualdades em saúde oral."

Coautora do estudo, a professora Lina Gega, do Departamento de Ciências da Saúde da Universidade de York, acrescentou que "durante uma crise de saúde mental, a saúde física pode ser ofuscada; isto inclui a saúde oral que pode levar a problemas dentários a longo prazo, dor e doença oral."

"Apelamos à incorporação da saúde oral no planeamento de cuidados para aqueles que sofrem de graves problemas de saúde mental. Oferecer apoio, como visitas acompanhadas organizadas por médicos  dentista, pode ajudar a aliviar as ansiedades e superar barreiras práticas em torno de check-ups dentários e tratamento."

O estudo qualitativo envolveu sete participantes com graves condições de saúde mental. Outros dez participantes foram profissionais de saúde, incluindo médicos dentistas, cuidadores, enfermeiros de saúde mental e médicos.

Os participantes no estudo também identificaram os custos como uma barreira fundamental para o acesso aos cuidados dentários.

Os investigadores procuram agora mais financiamento para as intervenções experimentais.

O Dr. Mishu acrescentou que "trabalhando em estreita colaboração com utentes de serviços, cuidadores, investigadores de saúde pública e parceiros no SNS, queremos co-projetar uma intervenção de nível de sistema para pessoas com doença mental grave. Este objetivo destinar-se-á a incentivar a formação e a prestação de apoio colaborativo do pessoal dos cuidados de saúde mental e dentário. Pretendemos prestar um apoio abrangente e personalizado — desde incentivar os cuidados pessoais de saúde oral até organizar visitas dentárias acompanhadas e ajudar com a papelada que permite aos pacientes aceder a financiamento adicional."

"Globalmente, isto promoverá uma cultura de discussão de cuidados de saúde oral em contextos de cuidados de saúde mental e permitirá que as pessoas com doença mental grave se envolvam e aprendam sobre uma boa saúde oral."

A investigação é publicada no International Journal of Environmental Research and Public Health.

Fonte: MedicalXpress / Universidade de York, UK

Artigo original MXp
 

Recomendado pelos leitores

Bruxismo do sono  pode danificar articulações temporomandibulares
ARTIGOS

Bruxismo do sono pode danificar articulações temporomandibulares

LER MAIS

Doença da gengiva grave está associada a função pulmonar deficiente
ARTIGOS

Doença da gengiva grave está associada a função pulmonar deficiente

LER MAIS

Monkeypox e a medicina dentária
ARTIGOS

Monkeypox e a medicina dentária

LER MAIS

Translate:

OJD 96 JUNHO 2022

OJD 96 JUNHO 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.