O JornalDentistry em 2018-9-04

ARTIGOS

DCD (1): Carcinoma escamoso orofaríngico é o cancro mais comum associado ao Vírus do Papiloma Humano (VPH)

Em 2015, o carcinoma epidermoide de orofaringe superou o cancro cervical como o cancro associado ao VPH mais comum nos EUA, com 15.479 casos entre homens e 3.438 casos entre mulheres, de acordo com dados do CDC publicados no Morbidity and Mortality Weekly Report.

O relatório também mostrou que as taxas de carcinoma espinocelular anal e cancro da vulva relacionados com VPH aumentaram nos últimos 15 anos, enquanto as taxas de cancro cervical relacionado com ao VPH e carcinoma de células escamosas vaginais diminuíram.
Segundo Elizabeth A. Van Dyne, MD, da divisão de prevenção e controle do cancro no National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion of the CDC, embora o tabagismo seja um fator de risco para cancro de orofaríngico, o consumo de tabaco está a diminuir nos Estados Unidos, e estudos indicam que o aumento do cancro de orofaríngico é atribuído ao VPH, e em contraste com o cancro do colo do útero, atualmente não há nenhuma triagem recomendada pela Força-Tarefa de Serviços Preventivos dos EUA para outros tipos de cancros associados ao VPH.
As tendências dos cancros relacionados a VPH incluem dados de registos de cancros entre 1999 e 2015 - Programa Nacional de Registos de Cancros do CDC e o programa SEER da NCI - abrangendo 97,8% da população dos EUA.
O CDC relatou 30.115 novos casos de cancros associados ao VPH em 1999, em comparação com 43.371 novos casos em 2015.
Durante o período do estudo, os pesquisadores observaram um aumento de 2,7% nas taxas de carcinoma epidermoide de orofaringe entre os homens e um aumento de 0,8% entre as mulheres. As taxas de carcinoma de células escamosas anais aumentaram 2,1% entre os homens e 2,9% entre as mulheres.
Entre as mulheres, os pesquisadores observaram uma redução de 1,6% no cancro cervical e uma redução de 0,6% nas taxas de carcinoma de células escamosas vaginais relacionadas com HPV. As taxas de carcinoma de células escamosas da vulva aumentaram em 1,3%.
As taxas de carcinoma epidermoide do pénis permaneceram estáveis entre 1999 e 2015.
Em geral, as taxas de cancro relacionados ao VPH variaram de acordo com idade e raça / etnia.
Pesquisadores observaram um aumento de 4% na taxa de carcinoma epidermoide da orofaringe entre homens com idade entre 60 e 69 anos, em comparação com um aumento de 0,8% entre homens com idade entre 40 e 49 anos.
Para o carcinoma espinocelular anal, os maiores aumentos ocorreram entre mulheres de 50 a 69 anos (4,6% a 4,8%) e homens de 50 a 59 anos (4%).
Vários fatores contribuem para o aumento da incidência de carcinomas orofaríngicos e anais de células escamosas, incluindo mudanças no comportamento sexual.
De acordo com os pesquisadores o sexo oral desprotegido e sexo anal recetivo são fatores de risco para a infeção por VPH, Os homens brancos têm o maior número de parceiros sexuais por via oral durante toda a vida e relatam o inicio do sexo oral em idade mais jovem em comparação com outros grupos raciais / étnicos. Esses fatores de risco podem estar a contribuir para uma taxa mais alta de carcinoma epidermoide da orofaringe entre os homens brancos do que noutros grupos raciais / étnicos.
As taxas de cancro cervical permaneceram estáveis entre as mulheres de 35 a 39 anos; entretanto, mulheres mais jovens e mais velhas demonstraram diminuições variando de 1,2% a 4,2%.
As taxas de carcinoma cervical diminuíram em todos os grupos raciais / étnicos, embora as diminuições parecessem mais proeminentes entre os hispânicos do que os não hispânicos (3,4% vs. 1,5%).
O declínio do câncer do colo do útero entre 1999 a 2015 representa uma tendência contínua desde a década de 1950, como resultado do rastreamento do cancro.
Mais pesquisas para entender a progressão da infeção pelo VPH para o cancro de orofaringe seriam benéficas. A vigilância contínua por meio de registos de alta qualidade é importante para monitorar as mudanças na incidência de cancro associada ao VPH
(1) - Centers for Disease Control and Prevention (CDC) USA . www.cdc.gov/


Fonte: Oral Cancer Foundation
Autor:  Cassie Homer

Artigo original OCF:  oralcancernews.org/wp/dcd-oropharyngeal-squamous-cell-carcinoma-now-and-most-common-hpv-associated-with-cancer/

 

Recomendado pelos leitores

Biomaterial pode manter o dente vivo após tratamento do canal radicular
ARTIGOS

Biomaterial pode manter o dente vivo após tratamento do canal radicular

LER MAIS

A importância da Inteligência Artificial na Medicina Dentária
ARTIGOS

A importância da Inteligência Artificial na Medicina Dentária

LER MAIS

Diabéticos enfrentam maior risco de cancro oral,  tendo as  mulheres um risco mais elevado
ARTIGOS

Diabéticos enfrentam maior risco de cancro oral, tendo as mulheres um risco mais elevado

LER MAIS

Translate:

OJD 54 SETEMBRO de 2018

OJD 54 SETEMBRO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.