O JornalDentistry em 2021-8-17

ARTIGOS

Estratégias de mitigação dentária para reduzir a aerossolização da SARS-CoV-2

A limitação da transmissão de infeções é fulcral para a segurança de todos na medicina dentária, particularmente durante a atual pandemia SARS-CoV-2.

No entanto muitos procedimentos dentários geram inevitavelmente aerossóis. No estudo "Dental Mitigation Strategies to Reduce Aerosolization of SARS-CoV-2," ", publicado no JDR, investigadores da Universidade de Leeds, no Reino Unido usaram um modelo de cabeça para imitar procedimentos dentários numa abordagem multifacetada destinada para medir a dispersão de aerossóis numa intervenção dentária e determinar o potencial de diferentes estratégias de mitigação para reduzir o risco de infeção para a equipa dentária.

Num cenário de intervenção dentária, foram realizados procedimentos de preparação da coroa e de acesso ao canal radicular com uma turbina de ar ou peça manual contra-ângulo de alta velocidade (HSCAH) operada com arrefecimento da água, com mitigação através de barragem de borracha ou aspiração de grande volume e sem controlo de mitigação. Uma cabeça modelo foi usada com um fluxo de saliva artificial infetada com Φ6-bacteriófago, um vírus substituto do SARS-CoV-2. A dispersão de bioaerosol foi medida com o hospedeiro Φ6-bacteriófago As concentrações virais de ar foram avaliadas por amostragem ativa do ar, e o tamanho e as quantidades de partículas foram monitorizados utilizando contadores de partículas óticas.

Os níveis de bioaerosol foram claramente diminuídos quando se utiliza o HSCAH em comparação com a turbina de ar. A utilização de barragens de borracha ou evacuação de grande volume também foram eficazes na redução dos bioaerossóis e dos salpicos.

Embora este modelo represente um dos piores  cenários  para uma possível dispersão SARS-CoV-2, estes dados mostraram que a utilização de HSCAHs ou outras estratégias de mitigação pode reduzir consideravelmente o risco de aerossolização viral, e sugere que não é necessário um tempo prolongado de pousio da clínica.

Os dados  descritos apresentam uma imagem clara de como o risco de SARS-CoV-2 e riscos biológicos semelhantes podem ser muito atenuados usando estratégias de mitigação, incluindo HSCAHs.

 

Fonte: MedicalXpress

Artigo original MXP 

 

Recomendado pelos leitores

Complicações após terapia com implante dentário são comuns
ARTIGOS

Complicações após terapia com implante dentário são comuns

LER MAIS

Complicações orais provocadas pelo Vírus do Papiloma Humano (HIV)
ARTIGOS

Complicações orais provocadas pelo Vírus do Papiloma Humano (HIV)

LER MAIS

Pessoas com periodontite podem ter duas vezes mais probabilidades de serem hipertensos
ARTIGOS

Pessoas com periodontite podem ter duas vezes mais probabilidades de serem hipertensos

LER MAIS

Translate:

OJD 87 SETEMBRO 2021

OJD 87 SETEMBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.