O JornalDentistry em 2021-4-26

ARTIGOS

Estudo mostra que a higiene oral pode ajudar a reduzir a gravidade do COVID-19

O COVID-19 pode passar para os pulmões a partir da saliva, com o vírus a mover-se diretamente da boca para a corrente sanguínea - especialmente se os indivíduos estiverem a sofrer de doenças das gengiva.

De acordo com a nova pesquisa a evidência mostra que os vasos sanguíneos dos pulmões, ao invés das vias aéreas, são afetados inicialmente na doença pulmonar COVID-19 com as altas concentrações do vírus na saliva e periodontite e esta situação está  associadas a um aumento de risco  de morte.

Os pesquisadores consideram  que o aumento  da placa dentária e a inflamação periodontal intensificam ainda mais a probabilidade do vírus SARS-CoV-2 atingir os pulmões e causar casos mais graves de infeção.

Os especialistas dizem que essa descoberta pode tornar a saúde oral eficaz numa ação potencialmente salvadora - recomendando que o público tome medidas diárias simples, mas eficazes, para manter a higiene oral e reduzir os fatores que contribuem para as doenças gengivais, como o aumento da placa bacteriana.

Uma equipe internacional de pesquisadores do Reino Unido, África do Sul e Estados Unidos publicaram as investigações no Journal of Oral Medicine and Dental Research.Observaram evidências emergentes de que ingredientes específicos de alguns produtos para elixires orais baratos e amplamente disponíveis são altamente eficazes na inativação do vírus SARS-CoV-2.

Medidas simples de higiene oral, incluindo o uso desses produtos específicos para lavagem oral, podem ajudar a reduzir o risco de transmissão do vírus da boca para os pulmões em pessoas com COVID-19 e ajudar a prevenir casos graves de infeção.

As observações iniciais de tomografias computadorizadas de pulmão de pacientes que sofrem de doença pulmonar COVID-19 pelo Dr. Graham Lloyd-Jones, um radiologista, levaram a uma colaboração entre pesquisadores médicos e médicos dentistas sobre a potencial rota de entrada na corrente sanguínea.

O co-autor Iain Chapple, Professor de Periodontologia da Universidade de Birmingham, comentou: "Este modelo pode ajudar-nos  a entender por que alguns indivíduos desenvolvem doença pulmonar COVID-19 e outros não. Também pode mudar a maneira como gerimos o vírus - explorando tratamentos baratos ou mesmo gratuitos direcionados para boca e, em última instância, salvando vidas.

"As doenças gengivais deixam as gengivas mais predispostas a  permitir que os micro-organismos entrem no sangue. Medidas simples, como escovagem cuidadosa e escovagem interdental para reduzir o aumento da placa bacteriana, juntamente com elixires orais específicos ou até mesmo lavagem da boca com  água salgada para reduzir a inflamação gengival, podem ajudar a diminuir a concentração do vírus na saliva e ajudam a mitigar o desenvolvimento de doenças pulmonares e reduzir o risco de desenvolvimento de COVID-19 grave. "

A equipe de pesquisa incluiu especialistas do Salisbury District Hospital, Reino Unido; a Universidade de Birmingham, Reino Unido; e o Mouth-Body Research Institute, em Los Angeles, Califórnia e na Cidade do Cabo, África do Sul.

Seu novo modelo é baseado na boca, fornecendo um terreno fértil para o vírus prosperar, com qualquer violação nas defesas imunológicas orais tornando mais fácil  o vírus entrar na corrente sanguínea. Movendo-se dos vasos sanguíneos da gengiva, o vírus passaria pelas veias do pescoço e do tórax - alcançando o coração antes de ser bombeado para as artérias pulmonares e pequenos vasos na base e periferia do pulmão.

"Estudos são urgentemente necessários para investigar mais profundamente este novo modelo, mas, enquanto isso, a higiene oral diária e o controle da placa não só melhoram a saúde oral e o bem-estar, mas também podem salvar vidas no contexto da pandemia", acrescentou o professor Chapple.

 

Fonte:  Medical Xpress7University of Birmingham

Artigo original MedicalXpress

 

Recomendado pelos leitores

Investigação: Implantes dentários “inteligentes”
ARTIGOS

Investigação: Implantes dentários “inteligentes”

LER MAIS

Vários tipos de bactérias contribuem  para a perda óssea na doença  gengival
ARTIGOS

Vários tipos de bactérias contribuem para a perda óssea na doença gengival

LER MAIS

Dentes mais brancos, sem  queimadura
ARTIGOS

Dentes mais brancos, sem queimadura

LER MAIS

Translate:

OJD 88 OUTUBRO 2021

OJD 88 OUTUBRO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.