JornalDentistry em 2024-2-22

ARTIGOS

Gengivas saudáveis, coração saudável; Qual é a ligação?

Em homenagem ao Mês do Coração, o Dr. Frank Nichols, professor de periodontia na Faculdade de Medicina Dentária da UConn, desvenda a conexão subjacente entre a saúde das gengivas e a saúde do coração.

Qual é a ligação entre a doença periodontal (gengiva) e a saúde cardiovascular?
A doença periodontal (especificamente a periodontite) está associada ao acúmulo de organismos microbianos nas fendas ao redor dos dentes que têm o potencial de aumentar a inflamação gengival, e sangramento com escovação ou uso do fio dental.
Dos muitos tipos diferentes de organismos recuperados em locais de doença periodontal, apenas alguns são considerados críticos para a ocorrência de periodontite. Estes organismos são capazes de entrar nas gengivas e, com esta entrada, pode ocorrer um aumento da inflamação e destruição dos tecidos de suporte para os dentes. Estes organismos incluem Porphyromonas gingivalis que produz muitos fatores de virulência que podem promover a destruição do tecido local em torno dos dentes. Além disso, P. gingivalis pode entrar na corrente sanguínea e ativar glóbulos brancos chamados monócitos e, uma vez ativados, eles podem aderir ou invadir as paredes das artérias. Independentemente disso, as paredes das artérias ficam inflamadas e acumulam colesterol e outros lipídios nas células inflamatórias.
Outro mecanismo para promover a inflamação da parede arterial é a deposição de fatores de virulência bacteriana diretamente nas paredes das artérias que também podem resultar na promoção de inflamação crónica. Estas alterações nas paredes das artérias resultam na formação de placas ateroscleróticas que podem, em última análise, resultar no bloqueio das artérias, resultando em ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou outros possíveis problemas cardiovasculares graves.

O que foi descobrerto nesta pesquisa?
A pesquisa, caracterizou uma novas classes lipídicas produzidas por P. gingivalis e muitas outras espécies microbianas dentro do mesmo filo bacteriano (Bacteroidota). Estes lípidos são abundantes em dentes doentes e locais de periodontite, mas também são recuperados em todo o corpo, incluindo sangue, paredes das artérias com placas ateroscleróticas, amostras cerebrais e o trato gastrointestinal. O trato gastrointestinal pode ser uma fonte importante desses lipídios bacterianos recuperados em todo o corpo. A contaminação do sangue com estes lípidos pode levar à ativação sistémica das células imunitárias e parte deste processo de ativação pode incluir alterações nas paredes arteriais levando ao desenvolvimento de placas ateroscleróticas. Podem ocorrer outros efeitos sistémicos importantes.
O que começou como uma investigação de fatores de virulência microbiana na doença periodontal expandiu-se para incluir outras doenças sistémicas importantes, incluindo doenças cardiovasculares.

O Dr. Robert Clark, Professor de Imunologia, e o Dr. Chris Blesso, Professor Associado no Departamento de Ciências Nutricionais e suas equipes de pesquisa estão a avaliar os efeitos desses lipídios nos processos de doenças autoimunes e no metabolismo do colesterol hepático, respectivamente.

Em relação à doença periodontal, os novos lípidos acumulam-se nos dentes à medida que os organismos da placa bacteriana morrem e se mineralizam em tártaro. O tártaro que se forma no sulco gengival contém níveis muito elevados de lípidos de P. gingivalis que podem contribuir para a acumulação de lípidos específicos em tecidos gengivais doentes. A acumulação de tártaro subgengival é relativamente lenta, mas se não for removida com limpezas periódicas, o cálculo acumula-se ao longo do tempo de tal forma que se torna mais difícil de remover e retém maiores quantidades de lípidos bacterianos. Ambos os processos podem tornar-se mais evidentes com o aumento da idade. É por isso que as limpezas dentárias periódicas são essenciais para prevenir a progressão da periodontite.

 

 

Fonte: The University of Connecticut, (UConn)

Foto: Unsplash/CCO Public Domain

Recomendado pelos leitores

O Regime Jurídico aplicável à publicidade na medicina dentária
ARTIGOS

O Regime Jurídico aplicável à publicidade na medicina dentária

LER MAIS

Diretrizes para  Medicina Dentária  sobre antibióticos
ARTIGOS

Diretrizes para Medicina Dentária sobre antibióticos

LER MAIS

App projetada para orientação passo a passo em caso de emergência para equipes de medicina dentária
ARTIGOS

App projetada para orientação passo a passo em caso de emergência para equipes de medicina dentária

LER MAIS

Translate:

OJD 115 MARÇO 2024

OJD 115  MARÇO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.