O JornalDentistry em 2020-8-08

ARTIGOS

Mandíbulas humanoides em robô mostram que as pastilhas elásticas medicamentosas podem ser o futuro

A pastilha elástica medicamentosa foi reconhecida como um novo método avançado de administração de fármacos, mas atualmente não existe um padrão para testar a liberação de fármacos a partir das pastilhas elásticas in vítreo.

Mandíbulas humanoides em robô mostram que as pastilhas elásticas medicamentosss podem ser o futuro

Uma nova pesquisa mostrou que um robô mastigador com mandíbulas humanoides embutidas pode fornecer oportunidades para as empresas farmacêuticas desenvolverem pastilhas elásticas medicamentosas. 

O objetivo do estudo da Universidade de Bristol, publicado no IEEE Transactions on Biomedical Engineering, era confirmar se um robô com mastigação humanoide poderia avaliar pastilhas elásticas medicamentosos. O robô é capaz de reproduzir fielmente o movimento de mastigação humana num ambiente fechado. Possui saliva artificial e permite medir a liberação de xilitol da pastilha. 

O estudo queria comparar a quantidade de xilitol remanescente na pastilha entre o robô e participantes humanos. A equipe de pesquisa também queria avaliar a quantidade de xilitol liberada ao mastigar a pastilha elástica. 

Os pesquisadores descobriram que o robô mastigador demonstrou uma taxa de liberação de xilitol semelhante à dos participantes humanos. A maior liberação de xilitol ocorreu durante os primeiros cinco minutos de mastigação e após 20 minutos de mastigação apenas uma pequena quantidade de xilitol permaneceu na pastilha elástica, independente do método de mastigação utilizado. 

A saliva e as soluções de saliva artificial, respetivamente, foram recolhidos após cinco, dez, 15 e 20 minutos de mastigação contínua para estabelecer a quantidade de xilitol liberado pela pastilha elástica. 

O Dr. Kazem Alemzadeh, conferencista sénior do Departamento de Engenharia Mecânica, que liderou a pesquisa, comentou: "A bioengenharia foi usada para criar um ambiente oral artificial que imita de perto o encontrado em humanos. 

As nossa pesquisa mostrou que o robô de mascar dá às empresas farmacêuticas a oportunidade de investigar as pastilhas elásticas medicamentosa, com exposição reduzida do paciente e custos mais baixos usando este novo método."

Nicola West, professora de Medicina Dentária Restauradora na Bristol Dental Schooll e coautora, acrescentou: "A via de administração de medicamentos mais conveniente para os pacientes é por meio de métodos de administração oral. Esta pesquisa, utilizando um novo ambiente oral artificial humanoide, tem o potencial de revolucionar investigação sobre a liberação e administração de medicamentos orais. "

Recomendado pelos leitores

A má higiene oral pode afetar a precisão de testes SARS-CoV-2
ARTIGOS

A má higiene oral pode afetar a precisão de testes SARS-CoV-2

LER MAIS

Neutrófilos sacrificam-se para aumentar a resposta imunológica aos vírus
ARTIGOS

Neutrófilos sacrificam-se para aumentar a resposta imunológica aos vírus

LER MAIS

Dor do cancro oral associada à disseminação de doenças
ARTIGOS

Dor do cancro oral associada à disseminação de doenças

LER MAIS

Translate:

OJD 77 OUTUBRO 2020

OJD 77 OUTUBRO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.