O JornalDentistry em 2018-9-02

ARTIGOS

Os E-cigarros podem causar cancro oral danificando o DNA

Pesquisadores dizem que vaping pode levar a um aumento do risco de desenvolver cancro oral. Um estudo realizado pela American Chemical Society encontrou evidências de que o uso de cigarros eletrónicos aumenta o nível de compostos prejudiciais ao DNA na boca.

Segundo o estudo se o organismo for incapaz de reparar os danos do DNA após o vaping, o risco de cancro pode aumentar.

Os efeitos a longo prazo dos cigarros eletrónicos ainda não são conhecidos, mas  devem ser investigados.
Os cientistas admitem que os efeitos para saúde a longo prazo devido ao  uso de cigarros eletrónicos ainda são desconhecidos. O pesquisador Romel Dator considera ser necessário  caracterizar os produtos químicos a que se fica exposto pelo vaping do E-cigarro, assim como qualquer dano ao DNA.
Desde que foram introduzidos em 2004, os cigarros eletrónicos têm sido comercializados como uma alternativa mais segura ao fumo. Mas a equipe que realizou o estudo reivindicou material genético nas células orais de pessoas que poderiam ser alteradas por substâncias químicas tóxicas. Os cigarros eletrónicos funcionam aquecendo um líquido - que geralmente contém nicotina - um aerossol que o usuário inala. Muitas vezes é aromatizado com gosto de frutas, chocolate ou chiclete.
Segundo o Silvia Balbo, a principal pesquisadora do projeto está claro que mais carcinogénicos surgem da combustão do tabaco em cigarros comuns do que do vapor dos cigarros eletrónicos, no entanto, não se sabe realmente o impacto da inalação da combinação de compostos produzidos por este dispositivo. Só porque as ameaças são diferentes, não é por isso que os cigarros eletrónicos são completamente seguros.” O estudo mais recente, apresentado na reunião da American Chemical Society nesta semana, analisou as células salivares e orais de cinco usuários de e-cigarros,  antes e depois de uma sessão de vaping de 15 minutos.
Os pesquisadores descobriram que os níveis de compostos químicos tóxicos formaldeído, acroleína e metilglioxal aumentaram após vaping. Planeam acompanhar o estudo preliminar  envolvendo mais usuários de cigarros eletrónicos. Querem também ver como o nível de produtos químicos tóxicos difere entre usuários de cigarros eletrónicos e fumadores  de cigarros .
De acordo com um relatório de 2016 do Surgeon General dos EUA, 13,5% dos estudantes do ensino médio básico, 37,7% dos estudantes do ensino médio e 35,8% das pessoas ente os 18 aos 24 anos usaram e-cigarros, em comparação com 16,4% dos adultos com mais de 25 anos . Ms Balbo, professor do Cancer Center at the University of Minnesota, comentou:
Comparar cigarros eletrónicos e cigarros de tabaco é como comparar maçãs e laranjas. As exposições são completamente diferentes. Ainda não sabemos exatamente o que esses cigarros eletrónicos provocam e que tipo de efeitos eles podem ter na saúde, mas as investigações  sugerem que é preciso olhar mais de perto.


Fonte: Oral Cancer Foundation / metro.co.uk
Autor: Zoe Drewett

Artigo original OCF: oralcancernews.org/wp/e-cigarettes-could-give-you-mouth-cancer-by-damaging-your-dna/

 

 

Recomendado pelos leitores

DCD (1): Carcinoma escamoso orofaríngico é o cancro mais comum associado ao Vírus do Papiloma Humano (VPH)
ARTIGOS

DCD (1): Carcinoma escamoso orofaríngico é o cancro mais comum associado ao Vírus do Papiloma Humano (VPH)

LER MAIS

Biomaterial pode manter o dente vivo após tratamento do canal radicular
ARTIGOS

Biomaterial pode manter o dente vivo após tratamento do canal radicular

LER MAIS

A importância da Inteligência Artificial na Medicina Dentária
ARTIGOS

A importância da Inteligência Artificial na Medicina Dentária

LER MAIS

Translate:

OJD 54 SETEMBRO de 2018

OJD 54 SETEMBRO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.