O JornalDentistry em 2022-10-13

ARTIGOS

Periodontite em grávidas pode estar ligada ao parto prematuro

As mulheres com partos prematuros podem ter mais probabilidades de ter doença das gengivas em comparação com as que têm nascimentos normais.

Segundo pesquisas apresentadas no EuroPerio10, o principal congresso mundial em periodontologia e implantologia dentária organizado pela European Federation of Periodontology (EFP). O estudo também encontrou uma maior prevalência de micróbios orais não saudáveis nas mães com partos prematuros.

"Observámos que as mulheres com partos prematuros tinham mais frequentemente gengivas inflamadas, com bolsas e perda do tecido de apoio à volta dos dentes em comparação com os seus pares com gravidezes normais, disse o autor do estudo Dr. Valentin Bartha, do Heidelberg University Hospital, na Alemanha. "Se confirmados, estes resultados podem ter implicações na prevenção do parto prematuro, que ocorre em 10% dos nascimentos e representa até 75% das mortes perinatais e mais de 50% das perturbações do desenvolvimento das crianças."

Periodontite é desencadeada por uma infeção microbiana. Começa com gengivas vermelhas, sangrando e inflamadas (às vezes inchadas), chamadas gengivite, que é a resposta do corpo a uma acumulação doentia de bactérias nos dentes. A inflamação crónica pode causar bolsas e lacunas em torno dos dentes, destruição dos tecidos e osso que suportam os dentes, e eventualmente perda de dentes.

Este estudo comparou a inflamação oral e os micróbios em mulheres que fizeram  partos prematuros (antes das 37 semanas de gestação) e aquelas com partos normais. Um total de 77 mulheres foram matriculadas nos primeiros seis dias após o parto. Destes, 33 tiveram partos prematuros e 44 tiveram partos normais.

Foram recolhidas informações sobre a idade, hábitos de tabagismo, condições médicas e medicamentos, idade gestacional no parto e peso no nascimento. A hemorragia da gengiva foi avaliada em quatro locais à volta de cada dente para avaliar a inflamação gengival. Além disso, os investigadores examinaram a profundidade da bolsa e a perda de tecido em seis locais em torno de cada dente. 

Bartha explicou: "A inflamação em torno dos dentes faz com que os tecidos de apoio se desprendam permanentemente da superfície do dente. Quando uma sonda pode ser inserida a mais de 3 mm ao longo de um dente isto é chamado de bolsa patológico."

Foram recolhidas amostras de placa da superfície dos dentes e em doentes com profundidades de sondagem superiores a 3 mm foram também obtidas sob as gengivas em diferentes locais da boca. Os investigadores usaram então a sequenciação do gene rRNA 16S para identificar espécies bacterianas com base na sua informação genética.

Em comparação com as que têm partos normais, as mulheres com partos prematuros tiveram uma perda significativamente maior de tecido, uma percentagem mais elevada de profundidades da bolsa medindo 4 mm ou mais, e diferentes populações de bactérias sobre e sob os dentes.

O Dr. Bartha disse: "Descobrimos que as mães de prematuros eram mais propensas a perder tecidos de apoio à volta dos dentes, têm uma maior proporção de sítios com bolsas profundos, e têm bactérias orais pouco saudáveis em comparação com mães com partos normais. O peso dos rece nascidos foi significativamente menor para as mães com periodontite em comparação com as mães com boa saúde oral ou apenas gengivas sangrando, mas sem bolsas patológicas (gengivite). São necessários estudos maiores para verificar estas descobertas."

Fonte:  MedicalXpress

Recomendado pelos leitores

Bebés com lábio leporino suscetíveis de ter idade adulta normal: Estudo
ARTIGOS

Bebés com lábio leporino suscetíveis de ter idade adulta normal: Estudo

LER MAIS

Novas pesquisas mostram que a COVID-19 impacta negativamente a função de memória
ARTIGOS

Novas pesquisas mostram que a COVID-19 impacta negativamente a função de memória

LER MAIS

Investigação identifica tratamento potencial para gerir os efeitos da periodontite
ARTIGOS

Investigação identifica tratamento potencial para gerir os efeitos da periodontite

LER MAIS

Translate:

OJD 100 NOVEMBRO 2022

OJD 100 NOVEMBRO 2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.