O JornalDentistry em 2019-11-04

ARTIGOS

Pessoas com periodontite têm maior probabilidade de terem hipertensão

De acordo com um estudo publicado hoje na Cardiovascular Research, um jornal da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC, as pessoas com periodontite têm uma maior probabilidade de desenvolver hipertensão

Segundo um dos  autores do estudo, Professor Francesco D'Aiuto, do UCL Eastman Dental Institute, Reino Unido, observa-se uma associação linear - quanto mais severa a periodontite, maior a probabilidade de hipertensão. Os resultados sugerem que pacientes com doença gengival devem ser informados do risco e conselhos sobre mudanças no estilo de vida para evitar pressão alta, como exercícios e uma dieta saudável.

A pressão alta afeta 30-45% dos adultos e é a principal causa global de morte prematura, enquanto a periodontite afeta mais de 50% da população mundial. A hipertensão é a principal causa evitável de doença cardiovascular e a periodontite tem sido associada ao aumento do risco de ataque cardíaco e AVC.

"A hipertensão pode ser a causa de ataque cardíaco e AVC em pacientes com periodontite", disse o professor D'Aiuto. "Pesquisas anteriores sugerem uma conexão entre periodontite e hipertensão e que o tratamento dentário pode melhorar a pressão arterial, mas até o momento os resultados eram inconclusivos".

Este estudo compilou as melhores evidências disponíveis para examinar as chances de pressão alta em pacientes com doença gengival moderada e grave. Um total de 81 estudos de 26 países foram incluídos na metanálise.

Periodontite moderada a grave foi associada a um risco aumentado de hipertensão de 22%, enquanto a periodontite grave foi associada a hipóteses de 49% de hipertensão. A principal autora, Dra. Eva Munoz Aguilera, do UCL Eastman Dental Institute, disse: "Observamos uma relação linear positiva, com o risco de aumento da pressão arterial à medida que a doença gengival se torna mais grave".

A pressão arterial média foi maior nos pacientes com periodontite em comparação com aqueles sem da doença. Isso elevou a pressão arterial sistólica em 4,5 mmHg e pressão arterial diastólica em 2 mmHg. "As diferenças não são desprezíveis", disse o Dra. Munoz Aguilera. "Um aumento médio da pressão arterial de 5 mmHg está associado a um risco 25% maior de morte por ataque cardíaco ou AVC". 
Apenas 5 dos 12 estudos intervencionistas incluídos na revisão mostraram uma redução na pressão sanguínea após o tratamento gengival. As mudanças ocorreram mesmo em pessoas com níveis saudáveis de pressão arterial. 
O professor D'Aiuto disse: "Parece haver um continuum entre saúde oral e pressão arterial que existe em estados saudáveis e patológicos. As evidências sugerindo que a terapia periodontal pode reduzir a pressão arterial permanecem inconclusivas. Em quase todos os estudos de intervenção, a pressão arterial não era o objetivo principal São necessários ensaios clínicos randomizados para determinar o impacto da terapia periodontal na pressão arterial ". 

Quanto às possíveis razões para a conexão entre as condições, a doença gengival e as bactérias orais associadas levam a inflamações no corpo, que afeta a função dos vasos sanguíneos. A suscetibilidade genética comum também pode desempenhar um papel, juntamente com fatores de risco compartilhados, como tabagismo e obesidade. 
O professor D'Aiuto considera que em muitos países do mundo, a saúde oral não é controlada regularmente e a doença gengival permanece sem tratamento por muitos anos. A hipótese é que essa situação de inflamação oral e sistémica e resposta a bactérias se acumule aos existentes. fatores de risco existentes. 

O estudo investigou a doença gengival como um fator de risco potencial para hipertensão, mas o inverso também pode ser verdadeiro.  Mais pesquisas são necessárias para examinar se os pacientes com pressão alta têm uma probabilidade aumentada de doença gengival. Parece prudente fornecer conselhos de saúde oral às pessoas com hipertensão.

 

Fonte: ScienceDaily/ European Society of Cardiology 

Artigo originalSD: "Gum disease linked with higher risk of hypertension"

Autores: Eva Muñoz Aguilera, Jean Suvan, Jacopo Buti, Marta Czesnikiewicz-Guzik, Aline Barbosa Ribeiro, Marco Orlandi, Tomasz J Guzik, Aroon D Hingorani, Jose Nart, Francesco D’Aiuto.

Recomendado pelos leitores

Stressado ao máximo? O sono profundo pode reorganizar o cérebro ansioso
ARTIGOS

Stressado ao máximo? O sono profundo pode reorganizar o cérebro ansioso

LER MAIS

Os refrigerantes são o elo crucial entre a obesidade e o desgaste dos dentes
ARTIGOS

Os refrigerantes são o elo crucial entre a obesidade e o desgaste dos dentes

LER MAIS

A vacina contra o VPH reduz os riscos de cancro oral em homens VIH positivos?
ARTIGOS

A vacina contra o VPH reduz os riscos de cancro oral em homens VIH positivos?

LER MAIS

Translate:

OJD 67 NOVEMBRO 2019

OJD 67 NOVEMBRO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.