O JornalDentistry em 2020-5-09

ARTIGOS

Prevenir e curar a cárie dentária com a aplicação de um peptídeo bioativo

As cárie dentária, são as doenças não transmissíveis mais difundidas no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

 

Ter uma cárie brocada e preenchida no consultório do médico dentista pode ser doloroso, mas a cárie não tratada pode levar a  dores piores, perda de dentes, infeção, doenças ou até morte. 

Pesquisadores da ACS Applied Materials & Interfaces realizaram experiências em laboratório e relatam que  verificaram que um peptídeo bioativo para revestir  as superfícies dos dentes, ajuda  a prevenir novas cáries e a curar as existentes.

O tratamento convencional para cáries dentárias envolve a remoção de tecido deteriorado e o preenchimento do orifício com materiais, como amálgama ou resina composta. No entanto, esse procedimento pode danificar tecidos saudáveis ​​e causar desconforto grave aos pacientes. Hai Ming Wong, Quan Li Li e colegas queriam desenvolver uma estratégia em duas frentes para prevenir e tratar a cárie dentária: 

1) Impedir a colonização da superfície do dente pelas bactérias formadoras de placas que causam cáries .

2) Reduzir a desmineralização ou dissolução do esmalte dentário, enquanto aumenta a remineralização ou reparação.

Os pesquisadores basearam o novo revestimento anticárie num peptídeo antimicrobiano natural chamado H5. Produzido por glândulas salivares humanas, o H5 pode absorver o esmalte dos dentes e destruir uma ampla variedade de bactérias e fungos. 

ara promover a remineralização, a equipe adicionou um grupo de fosfoserina a uma das extremidade do H5, para poder ajudar a atrair mais iões de cálcio para reparar o esmalte do que o H5 natural. Testaram o peptídeo modificado em laminas de molares humanos. Comparado com o H5 natural, o novo peptídeo absorveu mais fortemente a superfície do dente, matou mais bactérias e inibiu sua adesão e protegeu os dentes da desmineralização. Surpreendentemente, no entanto, ambos os peptídeos promoveram a remineralização num grau semelhante. Os pesquisadores acham que futuro próximo seja possível após a escovarem dos dentes, aplicar o peptídeo modificado nos dentes sob a forma de verniz ou gel e proteger os dentes contra a cárie dentária.

Fonte: ScienceDaily / American Chemical Society

Artigo original ScienceDaily:  www.sciencedaily.com/releases

 

Recomendado pelos leitores

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19
ARTIGOS

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19

LER MAIS

Melhorar o tratamento da periodontite
ARTIGOS

Melhorar o tratamento da periodontite

LER MAIS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita
ARTIGOS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita

LER MAIS

Translate:

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.