O JornalDentistry em 2021-5-27

ARTIGOS

SARS-CoV-2 pode entrar nos pulmões através das gengivas

À medida que a pandemia COVID-19 avança, mais se sabe sobre o vírus e a doença. Anteriormente, presumia-se que o SARS-CoV-2 só infectava os pulmões através das vias aéreas superiores. Atualmente surgiu outra hipótese de poder haver infeção através da cavidade oral

A hipótese foi formalmente publicada e que sugere que o vírus é transmitido também através de uma rota vascular da cavidade oral para os pulmões.

A equipe de pesquisa de cientistas do Salisbury District Hospital e da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, e do Instituto de Pesquisa boca/corpo em Los Angeles, nos EUA e cidade do Cabo, na África do Sul, propôs que a acúmulação de placas dentária e a inflamação periodontal tornem mais provável que o SARS-CoV-2 chegue aos pulmões através boca e cause casos mais graves de infeção.

Observações iniciais de tomografias pulmonares de pacientes que sofrem de doença pulmonar COVID-19 pelo consultor radiologista Dr. Graham Lloyd-Jones, autor principal da hipótese, levaram a uma colaboração entre pesquisadores médicos e médicos dentistas sobre a possível rota de entrada na corrente sanguínea.

O modelo da equipe propõe que a boca forneça um reservatório para o vírus prosperar na saliva e ao  evitar as defesas imunológicas orais facilita a entrada do vírus na corrente sanguínea. Movendo-se nos vasos sanguíneos das gengivas, o vírus tem a hipótese de passar pelas veias do pescoço e tórax para o coração antes de ser bombeado para as artérias pulmonares e pequenos vasos na base pulmonar e periferia.

O coautor Dr. Iain Chapple, professor de periodontia da Universidade de Birmingham, comentou: "Este modelo pode ajudar-no a entender por que alguns indivíduos desenvolvem doenças pulmonares COVID-19 e outros não. Também pode mudar a maneira como fazemos a gestão do vírus — explorando tratamentos baratos ou até mesmo gratuitos direcionados à boca e, em última instância, salvando vidas." 
"Estudos são urgentemente necessários para investigar melhor esse novo modelo, mas, enquanto isso, a higiene oral diária e o controle da placa não só melhorarão a saúde oral e o bem-estar, mas também poderão salvar vidas no contexto da pandemia", explicou Chapple. 
Essa descoberta poderia tornar a saúde oral eficaz uma ação potencialmente salvadora de vidas. Por essa razão, os pesquisadores recomendaram tomar medidas simples, mas eficazes e diárias para manter a higiene oral e reduzir fatores que contribuem para a doença periodontal, como o acumulação de placa. Essas medidas incluem o uso regular de elixires orais que poderiam ajudar a reduzir o risco de transmissão do vírus da boca para os pulmões naqueles com COVID-19 e ajudar a prevenir infeções graves. 
O estudo, intitulado “The COVID-19 pathway: A proposed oral-vascular-pulmonary route of SARS-CoV-2 infection and the importance of oral healthcare measures”, foi publicado online no Journal ofOral Medicine and Dental Research em abril de 2021.
 

Fonte: Genesis Publications

 

Recomendado pelos leitores

Estudo encontra atividade imunológica anti-inflamatória que favorece os tumores do cancro oral
ARTIGOS

Estudo encontra atividade imunológica anti-inflamatória que favorece os tumores do cancro oral

LER MAIS

A perda de dentes pode afetar a capacidade funcional nos idosos
ARTIGOS

A perda de dentes pode afetar a capacidade funcional nos idosos

LER MAIS

Doença periodontal aumenta  o risco de eventos cardiovasculares graves
ARTIGOS

Doença periodontal aumenta o risco de eventos cardiovasculares graves

LER MAIS

Translate:

OJD 85 JUNHO 2021

OJD 85 JUNHO 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.