O JornalDentistry em 2020-5-03

ARTIGOS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita

A pandemia do Covid-19, levou a uma procura massiva por um medicamento eficaz no combate ao coronavírus, e ao desenvolvimento de vacinas profiláticas mas apesar de muitas empresas farmacêuticas continuarem a investir recursos ainda não se obteve resultados positivos.

De acordo com o Pharma Intelligence Center Pipeline Database da GlobalData e o painel Coronavirus Disease 2019 (Covid-19), existem, a desde  23 de abril, 80 medicamentos terapêuticos nas fases I, II e III que talvez possam vir a  tratar o Covid-19, mas apenas nove vacinas profiláticos   nas fases I e II, indicando que, embora uma possível cura para o Covid-19 possa estar iminente, uma vacina profilática para combater a pandemia pode precisar de mais tempo para ser concretizada.

A resposta das empresas farmacêuticas e de biotecnologia em todo o mundo para encontrar uma vacina Covid-19 contribuiu para 438 medicamentos únicos para tratar o Covid-19:   298 medicamentos terapêuticos e 140 vacinas profiláticas, distribuídos por todos os estágios de desenvolvimento (Descoberta, Pré-Clínica, Fase I, Fase II e Fase III), o que é especialmente notável, considerando que o vírus foi identificado apenas no início deste ano. 

Nestes tempos sem precedentes, esse trabalho desenvolvido em tão pouco tempo é uma demonstração da indústria farmacêutica compilando recursos e talentos, para encontrar um medicamento para combater essa pandemia do vírus Covid-19.

Os medicamentos terapêuticos representam dois terços de toda a investigação, com as vacinas profiláticas a corresponder pelo terço restante do atual pipeline Covid-19. Os medicamentos terapêuticos têm 73% de seu fluxo no desenvolvimento em estágio inicial (Pré-clínico e Descoberta) e 27% no desenvolvimento em estágio avançado (Fases I, II e III); apesar de a maioria dos medicamentos estar em estágios iniciais, existe um canal viável de medicamentos em estágios finais que nos próximos meses podem oferecer uma solução para a crise em andamento. Os principais medicamentos a serem observados são dois medicamentos baseados em moléculas pequenas, Remdesivir pela Gilead Sciences Inc. a Favipiravir pela Fujifilm Toyama Chemical Co Ltd e  a Sarilumab, um anticorpo monoclonal da Regeneron Pharmaceutical, atualmente os três na fase III. Ao mesmo tempo em que estão a ser desenvolvidos para o  Covid-19, esses medicamentos também estão sendo investigados para várias outras indicações.

 

Em contraste direto, o pipeline de vacina profilática compreende  94% das vacinas  em desenvolvimento inicial. Atualmente, existem apenas três vacinas na Fase II, o estágio atual mais alto de desenvolvimento da vacina profilática. Essas três vacinas Covid-19 estão a ser desenvolvidas duas pela Sinovac Biotech Ltd, da Universidade de Oxford, e a terceira vacina, chamada CIGB-2020, está sendo desenvolvida pelo Center for Genetic Engineering and Biotechnology. Essa enorme disparidade no desenvolvimento de estágios finais e estágios iniciais é indicativa de uma falta de foco na indústria de vacinas em comparação com a linha de medicamentos terapêuticos. A resposta global maciça em relação ao coronavírus e o aumento maciço no canal terapêutico, no entanto, significa que esse estado de coisas pode mudar nas próximas semanas. Enquanto essa pandemia continuar e os governos e as empresas farmacêuticas continuarem a procurar maneiras de combater o Covid-19, o cenário terapêutico certamente mudará, mas a partir de agora qualquer esperança de uma vacina rápida pode não se concretizar.


Fonte:  Pharmaceutical Thecnology/Global Healthcare

Recomendado pelos leitores

Medicina Dentária e o COVID-19: Análise de engenharia oferece diretrizes para reduzir a exposição
ARTIGOS

Medicina Dentária e o COVID-19: Análise de engenharia oferece diretrizes para reduzir a exposição

LER MAIS

Cancro Oral e a investigação genómica e epigenética
ARTIGOS

Cancro Oral e a investigação genómica e epigenética

LER MAIS

Pesquisa sobre a ligação entre as doenças  gengivais e doenças renais
ARTIGOS

Pesquisa sobre a ligação entre as doenças gengivais e doenças renais

LER MAIS

Translate:

OJD 80 JANEIRO 2021

OJD 80 JANEIRO  2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.