O JornalDentistry em 2019-2-04

NOTÍCIAS

Entidades lançam alerta para importância dos cuidados de saúde primários na diminuição da mortalidade por cancro oral

O cancro oral ocupa o sétimo lugar na incidência anual de cancros em Portugal. Há 90% de hipótese de sobrevivência no caso de diagnóstico precoce

 A Ordem dos Médicos Dentistas e o Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) juntam-se, no âmbito do Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, para abordar a importância da articulação entre os cuidados de saúde primários e os médicos dentistas na deteção de lesões precoces que permitam reduzir a taxa de mortalidade por cancro oral. 

Portugal tem uma das taxas de incidência e mortalidade mais elevadas a nível europeu, surgem 15 casos de cancro oral por cada 100.000 habitantes. No entanto quando o diagnóstico é feito precocemente e tratado atempadamente a taxa de sucesso é elevada. 

Os fatores de risco associados ao aparecimento do cancro oral para além do tabaco, álcool e mais recentemente o HPV, são também as próteses dentárias pois podem provocar um traumatismo crónico na boca por ficarem mal adaptadas. 

Os médicos dentistas pelo contacto regular com os seus pacientes, encontram-se numa posição privilegiada para contribuir no rastreio precoce e prevenção do cancro oral e no encaminhamento do doente que possa estar em risco. 

O Dr. Jaime Alberich Mota, da Direção da Ordem dos Médicos Dentistas afirma “a população portuguesa precisa de estar mais desperta para a importância dos cuidados de saúde oral e das visitas regulares ao médico dentista. Acreditamos que ao melhorar o acesso dos portugueses às consultas de medicina dentária assim como a melhoria dos hábitos de higiene oral, serão fundamentais para diminuir o número de mortes por cancro da cavidade oral ou de cabeça e pescoço". 

A Dra. Ana Castro Presidente do GECCP alerta que “é fundamental diminuir o tempo de espera do doente entre a deteção dos sinais e sintomas, o diagnóstico e os cuidados de saúde primários. Este é um fator crucial e prioritário para aumentar as taxas de sobrevivência e consequentemente diminuir o número de mortes em Portugal com este cancro. ” 

Sobre a Ordem dos Médicos Dentistas: 

A Ordem dos Médicos Dentistas representa e regula por delegação do Estado português cerca de 11.000 médicos dentistas. É parceira do ministério da saúde no PIPCO, Programa de Intervenção Precoce no Cancro Oral.

Mais informações em:  www.omd.pt 

Sobre o GECCP: 

O GECCP foi criado em 20 de Julho de 2010, com o objetivo de promover, apoiar, colaborar e/ou realizar iniciativas de carácter formativo e educacional, técnico, científico, investigacional, deontológico e ético no âmbito dos tumores de Cabeça e Pescoço. Um dos objetivos do GECCP passa por promover comportamentos saudáveis e a prevenção de doenças como o Cancro de Cabeça e Pescoço que está, entre outros fatores, ligada ao consumo de álcool e tabagismo. 

Mais informações em: www.geccp.pt 

Recomendado pelos leitores

Saúde Oral em estado de crise segundo a revista  “The Lancet”
NOTÍCIAS

Saúde Oral em estado de crise segundo a revista “The Lancet”

LER MAIS

Ordem dos Médicos Dentistas — Ministério das Finanças
NOTÍCIAS

Ordem dos Médicos Dentistas — Ministério das Finanças

LER MAIS

A Swiss Dental Services realizou uma Ação Solidária na Refood
NOTÍCIAS

A Swiss Dental Services realizou uma Ação Solidária na Refood

LER MAIS

Translate:

OJD 64 JULHO 2019

OJD 64 JULHO 2019

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.