JornalDentistry em 2023-3-31

ARTIGOS

A doença gengival está ligada a ataques cardíacos e diabetes

Um grande estudo descobriu que as pessoas com um ataque cardíaco prévio ou diabetes são mais propensas a ter doenças gengivais do que seus homólogos saudáveis.

A pesquisa é apresentada no EuroPerio10, o principal congresso mundial em periodontologia e implantodontia organizado pela Federação Europeia de Periodontologia (EFP).

"Este foi um estudo observacional e não implica relações causais", disse a autora do estudo, Dra. Ida Stødle, da Universidade de Oslo, na Noruega. "No entanto, os resultados aumentam a conscientização sobre as correlações entre doenças crônicas que afetam um grande número de pessoas. Esse conhecimento pode ajudar nos esforços para prevenir essas doenças."

As doenças não transmissíveis estão a tornar-se cada vez mais comuns à medida que as populações envelhecem e há cada vez mais provas de que estão ligadas. A doença gengival, também chamada de periodontite, afeta até metade de todos os adultos em todo o mundo. Este estudo examinou se a periodontite grave era mais frequente em indivíduos com diabetes ou um ataque cardíaco prévio.

A análise incluiu 4.933 participantes selecionados aleatoriamente do Trøndelag Health Study (Estudo HUNT) de base comunitária. Os participantes preencheram questionários sobre fatores sociodemográficos e de estilo de vida, medicamentos e doenças como diabetes tipo 2 e infarto do miocárdio. Foi realizada avaliação clínica aos dentes e tecidos moles, além de exame radiológico dentário. Foram medidos peso, altura, pressão arterial e níveis séricos de colesterol e hemoglobina glicada (HbA1c).

O Dr. Stødle explicou: "A presença de diabetes foi avaliada a partir de questionários auto-relatados e pode incluir um amplo espectro de gravidade, de mal controlada a bem controlada. Por esta razão, também examinamos a relação entre a doença gengival e a HbA1c, que indica níveis médios de açúcar no sangue nos últimos dois a três meses. Os doentes com diabetes estão em maior risco de complicações diabéticas quando os seus níveis de HbA1c são de 48mmol/mol ou superiores."

 

A idade média dos participantes foi de 52 anos e 56% eram mulheres. Um total de 147 (3,0%) participantes relataram um ataque cardíaco prévio, 224 (4,5%) afirmaram ter diabetes, 165 (3,3%) tinham HbA1c elevada (48mmol/mol ou acima) e 866 (17,6%) tinham periodontite grave.

Os pesquisadores analisaram se diabetes, HbA1c elevada e ataque cardíaco prévio previam a probabilidade de ter doença gengival grave. As análises foram ajustadas para idade, tabagismo, colesterol sérico, circunferência da cintura e atividade física. Os investigadores encontraram associações significativas entre diabetes, HbA1c elevada, ataque cardíaco prévio e doença gengival grave com odds ratio de 1,4, 1,5 e 1,7, respetivamente.

A Dra. Stødle disse: "Os resultados mostram que os pacientes com diabetes tinham 40% mais probabilidade de ter doença gengival grave do que aqueles sem diabetes. Os participantes com HbA1c elevada tinham 50% mais probabilidade de ter doença gengival grave do que aqueles com níveis de HbA1c abaixo de 48mmol/mol. Finalmente, os sobreviventes de ataque cardíaco tinham 70% mais probabilidade de ter doença gengival grave do que os participantes que nunca tinham sofrido um ataque cardíaco."

Concluiu: "Este estudo baseia-se em evidências anteriores que sugerem que as pessoas com doença gengival estão em maior risco de ter um ataque cardíaco e desenvolver diabetes, e também que aqueles com diabetes estão em maior risco de contrair doenças gengivais. Em conjunto, os resultados indicam que manter a saúde oral também pode beneficiar a saúde geral."

 

Fonte: MedicalXpress  /. Federação Europeia de Periodontologia (EFP)

Artigo original MXp

 

Recomendado pelos leitores

O Regime Jurídico aplicável à publicidade na medicina dentária
ARTIGOS

O Regime Jurídico aplicável à publicidade na medicina dentária

LER MAIS

Diretrizes para  Medicina Dentária  sobre antibióticos
ARTIGOS

Diretrizes para Medicina Dentária sobre antibióticos

LER MAIS

App projetada para orientação passo a passo em caso de emergência para equipes de medicina dentária
ARTIGOS

App projetada para orientação passo a passo em caso de emergência para equipes de medicina dentária

LER MAIS

Translate:

OJD 115 MARÇO 2024

OJD 115  MARÇO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.