JornalDentistry em 2024-2-03

ARTIGOS

ADA — Nova diretriz detalha estratégias de controle da dor dentária para pacientes pediátricos

O paracetamol ou anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), como o ibuprofeno, são recomendados como tratamentos de primeira linha para controlar a dor dentária a curto prazo em crianças com menos de 12 anos

Esta nova  nova diretriz de prática clínica foi desenvolvida pela American Dental Association (ADA), Science & Research Institute (ADASRI),  Escola de Medicina Dentária da Universidade de Pittsburgh e o Centro de Saúde Oral Global Integrativa da Escola de Medicina Dentária da Universidade da Pensilvânia.
A diretriz foi endossada pela American Dental Association (ADA)
Um painel de diretrizes determinou que, quando usado como indicado, paracetamol sozinho, AINEs (como o ibuprofeno) sozinhos ou paracetamol em combinação com AINEs podem efetivamente controlar a dor de uma criança após uma extração dentária ou durante uma dor de dente quando os cuidados dentários não estão imediatamente disponíveis.

A diretriz avaliou doses de paracetamol e AINEs que podem diferir da dosagem impressa nas embalagens de venda livre desses medicamentos. De acordo com a diretriz, quando o paracetamol ou AINEs são administrados conforme indicado por um médico  dentista ou outro profissional de saúde, o risco de danos às crianças de qualquer um dos medicamentos é baixo.
Paul Moore, D.M.D., Ph.D., M.P.H., é professor emérito da Escola de Medicina Dentária da Universidade de Pittsburgh. Ele disse que as recomendações se alinham com orientações anteriores da Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, que contraindicaram o uso de codeína e tramadol em crianças menores de 12 anos em 2017.
"Embora a prescrição de opioides a crianças tenha se tornado menos frequente em geral, essa diretriz garante que tanto médicos dentistas quanto pais tenham recomendações baseadas em evidências para determinar o tratamento mais adequado para a dor dentária", disse o Dr. Moore. "Pais e cuidadores podemconfortar-se com o fato de que medicamentos amplamente disponíveis que não têm potencial de abuso, como paracetamol ou ibuprofeno, são seguros e eficazes para ajudar seus filhos a encontrar alívio da dor dentária de curto prazo."
Em 2020, a FDA concedeu à Universidade de Pittsburgh e à ADASRI uma doação de US$ 1,5 milhão por três anos para desenvolver uma diretriz de prática clínica para o gestão da dor aguda em medicina dentária em crianças, adolescentes e adultos. Um grupo de pesquisadores e metodologistas da ADASRI, da Escola de Medicina Dentária da Universidade de Pittsburgh, do Centro de Saúde Oral Global Integrativa da Escola de Medicina Dentária da Universidade da Pensilvânia, da Universidade McMaster e da Arte da Democracia trabalharam juntos para desenvolver a diretriz.
"Esta diretriz de prescrição clínica é um passo crítico no apoio ao tratamento adequado da dor dentária aguda pediátrica através do uso de paracetamol e AINEs", disse Patrizia Cavazzoni, M.D., diretora do Centro de Avaliação e Pesquisa de Medicamentos da FDA. "Este conselho não só permitirá um melhor tratamento deste tipo de dor, mas ajudará a prevenir a prescrição desnecessária de medicamentos com potencial de abuso, incluindo opiáceos."

 

 

Fonte: American Dental Association
Foto: Unsplash/CCO Public Domain

 

Recomendado pelos leitores

Relações laborais na Medicina Dentária: Desafios Legais e Proteção do Profissional
ARTIGOS

Relações laborais na Medicina Dentária: Desafios Legais e Proteção do Profissional

LER MAIS

As bactérias orais são importantes para a  saúde – quatro doenças ligadas ao  microbioma oral
ARTIGOS

As bactérias orais são importantes para a saúde – quatro doenças ligadas ao microbioma oral

LER MAIS

Pesquisa encontra conexão entre fatores de risco para periodontite e saúde geral
ARTIGOS

Pesquisa encontra conexão entre fatores de risco para periodontite e saúde geral

LER MAIS

Translate:

OJD 117 MAIO 2024

OJD 117 MAIO 2024

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.