O JornalDentistry em 2018-6-11

ARTIGOS

Anti-inflamatórios não opiódes são mais eficazes eficazes na dor de dente

O tratamento seguro e eficiente da dor em medicina dentária é um assunto importante para os médicos dentistas. Analgésicos opióides e não opióides estão entre os medicamentos de prescrição corrente para controlo da dor de dentes.

Em resultado da análise de 460 estudos publicados, pesquisadores da Universidade Case Western Reserve,  EUA, concluíram que os fármaco opióides não são a melhor opção nem são os mais eficazes ou de maior duração no alívio da dor dentária aguda. 

Os pesquisadores da descobriram recentemente que o ibuprofeno e outros anti-inflamatórios não opiódes, isoladamente ou em combinação com paracetamol são mais eficazes do que os medicamento com  opioides no alivio da dor de dente. 

O estudo sintetizou as evidências disponíveis sobre a segurança e eficácia de analgésicos para o alívio da dor aguda em medicina dentária. 

 

Pesquisa conclui que uma combinação de 400 mg de ibuprofeno e 1 g de paracetamol nos adultos foi superior a quaisquer medicamentos contendo opioides. 

Ficou  demonstrado também que os opioides ou combinações de medicamento com incorporação de opioides  causaram a maioria dos efeitos colaterais adversos, incluindo sonolência, problemas respiratória, náuseas/vómitos e obstipação intestinal em qualquer grupo etário. 

 

Segundo a Dra. Anita Aminoshariae, professora associada no Departamento de Endodontia e uma das  autora do estudo, os melhores dados disponíveis sugerem que o uso de medicamentos, com ou sem  acetaminofeno, oferecem um  melhor equilíbrio, otimizando a eficácia e minimizando os efeitos adversos agudos.

Todos os  dia, mais de 115 americanos morrem em consequência de overdose de opioides, de acordo com os Institutos Nacionais da Saúde.

O estudo, intitulado “Benefits and harms associated with analgesic medications used in the management of acute dental pain”, foi publicado na edição de abril de 2018 do Journal of the American Dental Association.

 

Fonte: Journal of the American Dental Association

 

Recomendado pelos leitores

Saúde oral infantil na Europa - Investigação epidemiológica de crianças de 5 e 12 anos de oito países da UE.
ARTIGOS

Saúde oral infantil na Europa - Investigação epidemiológica de crianças de 5 e 12 anos de oito países da UE.

LER MAIS

Combate às bactérias nos alinhadores e retentores dentais
ARTIGOS

Combate às bactérias nos alinhadores e retentores dentais

LER MAIS

Cientistas desenvolvem material que pode regenerar o esmalte dentário
ARTIGOS

Cientistas desenvolvem material que pode regenerar o esmalte dentário

LER MAIS

Translate:

OJD 52 JUNHO de 2018

OJD 52 JUNHO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.