O JornalDentistry em 2018-2-26

ARTIGOS

O NHS do Reino Unido não vacina os rapazes contra vírus potencialmente mortais do HPV, por não ser rentável

As raparigas entre os 12 e os 13 anos já estão a ser vacinadas gratuitamente contra o vírus do papiloma humano (HPV), que também pode causar tumores mortais na garganta e na boca, mas os rapazes não são abrangido pelo plano.

Os especialistas acreditam que custaria  22 milhões de libras esterlinas por ano para vacinar todos os rapazes na Grã-Bretanha contra uma doença que pode ser mortal com uma fração do vasto orçamento do SNS do Reino Unido que é de 148 mil milhões de libras esterlinas. 

Os baixos rácios de infeção levam a que os decisores  se recusem a conceder qualquer financiamento adicional para o plano nacional de vacinação, condenando milhares de jovens do sexo masculino a meses de tratamentos oncológicos, caros e agonizante. 

A professora da Universidade de Cambridge, Margaret Stanley, criticou esta situação comentando que não se pode proteger contra esses cancros apenas vacinando a metade da população alvo. O não imunizar os rapazes é uma medida económica de curto prazo do Tesouro britânico. 

Pode economizar-se no curto prazo, mas custará muito mais no futuro. Estamos no meio de uma pandemia de HPV.

 O HPV é geralmente propagado pelo sexo genital e oral, e também pode ser transmitido por beijos - o que significa que algumas pessoas que o contraem são virgens. Apenas uma minúscula minoria dos infetados passa a desenvolver cancro, muitas vezes décadas depois de contrair o vírus. Cerca de 80% de todos os adultos no Reino Unido foram infetados em algum momento das suas vidas. 

Segundo Christopher Nutting, especialista em cancro da garganta, algum dos seus pacientes contrairão um cancro evitável que os afetará pelo resto de suas vidas. 

É injusto que as mulheres estejam protegidas, mas os homens não . A vacina funciona. O cancro cervical está a tornar-se incrivelmente raro. Por que não fazemos o mesmo para o cancro de garganta? 

Os números mostram que em 2011, o vírus do papiloma humano HPV desencadeou cancro em 1.850 pessoas - e dessas pacientes surpreendentemente 1.400 foram homens. 

 

O Prof Pollard, do Comitê Conjunto de Vacinação e Imunização do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS), considera que o comité só poderá recomendar a vacinação para rapazes se isso estiver de acordo com a as regras do ”Health technology assessment methodology” derivadas do “Livro Verde” do Tesouro Britânico. As regras, consideram apenas a relação custo-eficácia, Cada possível vacina tem que ser considerada no contexto do SNS do Reino Unido como um todo. 

 

Nota da Redação: O plano nacional de vacinas do SNS em Portugal também só abrange as  raparigas dos 13 ao 18 anos.

Fonte: Oral Cancer Foundation / www.thesun.co.uk

Autor: Jacob Dirnhuber

 

Recomendado pelos leitores

Anti-inflamatórios não opiódes são mais eficazes eficazes na dor de dente
ARTIGOS

Anti-inflamatórios não opiódes são mais eficazes eficazes na dor de dente

LER MAIS

Saúde oral infantil na Europa - Investigação epidemiológica de crianças de 5 e 12 anos de oito países da UE.
ARTIGOS

Saúde oral infantil na Europa - Investigação epidemiológica de crianças de 5 e 12 anos de oito países da UE.

LER MAIS

Combate às bactérias nos alinhadores e retentores dentais
ARTIGOS

Combate às bactérias nos alinhadores e retentores dentais

LER MAIS

Translate:

OJD 52 JUNHO de 2018

OJD 52 JUNHO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.