O JornalDentistry em 2022-2-17

ENTREVISTA

“A tecnologia é agora o complemento perfeito para os profissionais

A Expodental 2022 será desenvolvida sob o tema “Tecnologia ao serviço dos profissionais”. A importância da digitalização da clínica, a comunicação clínica-laboratorial neste novo ambiente, o equipamento necessário para um laboratório totalmente digital e os novos materiais e técnicas de medicina dentária restaurativa, serão os protagonistas desta edição.

Sonia Gómara

Jornal Dentistry —  O que se pode esperar da próxima edição da Expodental? Quais serão os pontos fortes deste evento?
Sonia Gómara  — A importância da digitalização da clínica, a comunicação clínica-laboratorial neste novo ambiente, o equipamento necessário para um laboratório cem por cento digital, os novos materiais e técnicas de medicina dentária restaurativa serão os protagonistas desta edição da Expodental 2022. Apesar de tudo isto, o primeiro dia do evento terá bastante importância devido ao “Dia do Estudante” e à Área de Formação.
Paralelamente à feira, está a ser organizado um programa de apresentações pelas empresas expositoras, que terá lugar nos dois pavilhões da feira. São sessões abertas a todos os visitantes da Expodental e vamos avançar com várias apresentações semelhantes às da última edição, ou seja, mais de 60 apresentações. Uma grande novidade nesta edição é que a celebração da II Mesa Ibero-Americana será chefiada pelo Dr. Óscar Castro, presidente do Conselho Geral dos Médicos Dentistas de Espanha e contará com a parti- cipação das associações e federações que fazem parte da  Federação Dentária Latino-Americana (FSP) e da Ordem dos Médicos Dentistas (Portugal).
 

Jornal Dentistry —  Que medidas sanitárias foram tomadas dado o contexto pandémico atual?
Sonia Gómara — Como sempre, todas as medidas de segurança, já estabe- lecidas durante a pandemia, serão seguidas: o uso de máscaras, gel desinfetante em vários pontos da exposição e a distância de segurança, uma vez que a IFEMA tem implementado mecanismos de gestão de filas e controlo de multidões, com sinalização do terreno.
Além disso, para evitar multidões na entrada, será obrigatório trazer o comprovativo de teste feito e a temperatura será medida a todos os visitantes.
Também muito importante é o sistema de ventilação do ar implementado nas instalações que garante a renovação do ar de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde.
Com todas estas medidas, a Expodental pode ser garantida como um local 100% seguro para todos os seus visitantes.
 

Jornal Dentistry —  A Expodental 2022 é desenvolvida sob o tema “Tecnologia ao serviço dos profissionais”. Quais são os desafios, neste sentido de inovação e ferramentas digitais, para o avanço, promoção e transformação do setor dentário?
Sonia Gómara — A tecnologia é agora o complemento perfeito para os profissionais, tanto clínicos como laboratoriais, que, graças às novas ferramentas, veem o seu trabalho melhorado em termos de precisão e eficiência. As obras ganharam em agilidade e fiabilidade, o que poupa tempo, tanto para os profissionais como para o próprio paciente. A importância da digitalização da clínica, a comunicação clínica-laboratorial neste novo ambiente, o equipamento necessário para um laboratório cem por cento digital, os novos materiais e técnicas de medicina dentária restaurativa, serão os protagonistas desta edição da Expodental 2022.
 

Jornal Dentistry —  De que forma é que o Congresso Científico contribui para a Expodental? Quais são os principais tópicos que serão abordados no Congresso Científico?
Sonia Gómara — O Congresso Científico da Expodental não surgiu como resultado da pandemia. No Conselho de Administração da FENIN temos vindo a trabalhar neste projeto há vários anos. O Congresso Científico Expodental continuará a realizar-se em anos ímpares, focando-se na formação prática de profissionais através de workshops e conferências que os atualizarão sobre os avanços e procedimentos mais vanguardistas na medicina dentária, com uma área de exposição comercial mais pequena porque nos queremos na formação. A Expo- dental, por outro lado, continuará a ser a feira onde os profissionais poderão conhecer os mais recentes avanços nos equipamentos dentários, bem como os serviços e soluções de um setor em constante evolução. Assim que a Expoden- tal terminar já estaremos a trabalhar na preparação do Congresso Científico Expodental, onde esperemos alcançar, nesta segunda edição, a máxima excelência em conferências e formação.
 

Jornal Dentistry —  Acredita que esta edição será marcada por um aumento de expositores e visitantes? Qual é a sua expectativa?
Sonia Gómara — A expectativa é elevada e muito positiva. Partimos dos números que atingimos na edição de 2018, de mais de 31.000 visitantes de 79 países, e acreditamos que estes serão ultrapassados.
O feedback dos diferentes profissionais do setor dentário é que tudo aponta para que a Expodental 2022 seja uma feira de grande representatividade e uma edição muito especial porque será a oportunidade desse tão aguardado encontro entre todos os profissionais dentários e indústria após o cancelamento da edição anterior, bem como a não celebração de outros eventos. Pensamos que teremos mais de 300 expositores, uma vez que ao dia de hoje temos 312 empresas e quase 22.000m2 contratualizados.
 

Jornal Dentistry —  Que oportunidades de negócio pode oferecer um evento de referência internacional como a Expodental? E como é que este evento contribui para impulsionar a atividade da indústria dentária?
Sonia Gómara — Neste momento, as expectativas também são muito eleva- das. Temos muitos fatores: a recuperação do setor após a pandemia, as novidades e a tecnologia que será oferecida para facilitar o dia-a-dia do profissional, tanto na clínica como no laboratório e, claro, todas as facilidades de acesso e as medidas de segurança que serão oferecidas aos profissionais para que não faltem a este evento tão desejada por todos.
 

Jornal Dentistry —  Como vê o futuro do setor dentário em Portugal?
Sonia Gómara — Vejo o futuro como esperançoso e muito positivo. A recuperação do setor dentário vai continuar em 2022, superando os níveis de crescimento que já tínhamos em 2018 e 2019. Por conseguinte, um dos principais objetivos do Conselho de Administração da FENIN é continuar a trabalhar em conjunto, em todo o sector, para minimizar o impacto pós-COVID no setor dentário.

 

 

Recomendado pelos leitores

Pós-Graduação em Implantologia: Bases sólidas para uma Implantologia responsável
ENTREVISTA

Pós-Graduação em Implantologia: Bases sólidas para uma Implantologia responsável

LER MAIS

Translate:

OJD 94 ABRIL 2022

OJD 94 ABRIL  2022

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.