O JornalDentistry em 2021-3-05

NOTÍCIAS

Infeção, reinfeção e imunidade por SARS-CoV-2

Questões relacionadas ao COVID-19, incluindo sintomas, riscos e tempo de recuperação, já foram respondidas, os pesquisadores questionam-se agora dobre a reinfeção e imunidade do SARS-CoV-2.

Mesmo não sendo comum por vezes ocorrem reinfecções e, em um estudo recente, os pesquisadores investigaram se os indivíduos que se recuperaram do COVID-19 estão protegidos de infeções futuras. 

Os resultados sugerem que a infeção pode fornecer imunidade natural e sendo a imunidade eficaz por aproximadamente meio ano depois da infeção inicial. 

No maior estudo de reinfeção do SARS-CoV-2, pesquisadores no Reino Unido descobriram que aproximadamente 83% dos participantes com histórico anterior de infeção por SARS-CoV-2 apresentaram menor risco de serem reinfetados com o vírus e que a sua imunidade durou pelo menos cinco meses após a infeção primária. No entanto, os pesquisadores não excluem a possibilidade de que as pessoas previamente infetadas ainda sejam capazes de transportar e transmitir o vírus. 

Sabe-se agora que a maioria das pessoas que já tiveram o vírus e desenvolveram anticorpos e estão protegidas de reinfeção, mas isso não é total e ainda não se sabe quanto tempo dura a proteção. Parece que a reinfeção maioritariamente, dá sintomas mais leves, presumivelmente como resultado da resposta imunológica à infeção original.”

 

Vacinação vs imunidade natural 

A imunidade fornecida pela vacinação é superior à imunidade natural? E em caso afirmativo, quanto tempo dura a imunidade de uma vacina? Como atualmente há poucos dados sobre reinfeção, os pesquisadores ainda não são capazes de fornecer respostas claras. 

 

Discutindo a eficácia da imunidade natural em comparação com a imunidade conferida pela vacinação, a imunidade natural parece ser muito boa em fornecer proteção contra reinfeção. No entanto, as vacinas de mRNA têm eficácia excelente (cerca 95%) contra SARS-CoV-2. Não se sabe quanto tempo dura a imunidade após a infeção versus vacinação, mas a vacinação tem a vantagem de uma injeção de reforço para manter altos níveis de imunidade protetora.” 

Da mesma forma, espera-se que as vacinas ofereçam imunidade duradoura. Sabe-se que a resposta imunológica à infeção natural pode variar em extensão. É de se esperar que a vacinação forneça níveis mais elevados de imunidade de forma mais consistente. 

Considera-se que a primeira pessoa  reinfetada com SARS-CoV-2 foi um homem de 33 anos que vive em Hong Kong. Segundo a CNN, a sua segunda infeção foi confirmada a 15 de agosto, ao regressar de uma viagem a Espanha. O paciente foi reinfetado 4,5 meses após a sua infeção inicial, o que sugere que sua resposta imunológica foi de curta duração. Desde então, os cientistas registaram mais 31 casos confirmados de reinfecção por SARS-CoV-2 em todo o mundo, dois dos quais resultaram em morte, de acordo com um artigo publicado no The BMJ. 

 

O estudo completo foi publicado em 15 de janeiro de 2021 no medRxiv 

Recomendado pelos leitores

Novo medicamento para regenerar dentes perdidos
NOTÍCIAS

Novo medicamento para regenerar dentes perdidos

LER MAIS

Cientistas encontram evidências de que o SARS-CoV-2 infeta as células da boca.
NOTÍCIAS

Cientistas encontram evidências de que o SARS-CoV-2 infeta as células da boca.

LER MAIS

Positividade de SARS-CoV-2 em pacientes dentários assintomáticos
NOTÍCIAS

Positividade de SARS-CoV-2 em pacientes dentários assintomáticos

LER MAIS

Translate:

OJD 83 ABRIL 2021

OJD 83 ABRIL 2021

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.