O JonalDentistry em 2020-2-08

ARTIGOS

Cancros causados pelo HPV respondem melhor ao tratamento - Estudo ajuda a explicar porquê

O vírus do papiloma humano (HPV) causa vários tipos de cancro, incluindo cancro cervical, anal e de cabeça e pescoço. Pessoas com esses tumores são mais facilmente curadas com radiação e quimioterapia do que pessoas com tumores não causados pelo HPV. Os cientistas do Memorial Sloan Kettering pensam entender o porquê.

"Sabíamos que os cancros associados ao HPV respondem muito melhor à radioterapia, mas não era claro por que é que isso ocorria”, diz Daniel Higginson, médico cientista do MSK. A nossa pesquisa mostra que é provável que o vírus altere o mecanismo normal de reparação do DNA das células". A radioterapia danifica o DNA. Os cancros causados ​​pelo HPV são menos capazes de reparar esse dano e, portanto, morrem.

A diferença nas taxas de cura entre os cancros causados ​​pelo HPV e os não causados ​​pelo HPV é acentuada: 85% a 90% dos pacientes com cancro orofaríngico associado ao HPV (que afeta a parte média da garganta), por exemplo, são curados por radiação e quimioterapia, em comparação com cerca de 60% das pessoas com cancro de orofaríngico não causado pelo HPV.

"Não temos muitos biomarcadores que prevejam resposta à terapia de radiação", diz Higginson. "Mas o HPV é muito bom e é consistente em várias doenças malignas".

 

O que o vírus faz 

O HPV promove o cancro inserindo pedaços de seu próprio DNA nas células de uma pessoa. As peças de DNA induzem as células humanas a formar duas proteínas distintas que cooperam para transformar as células normais em cancro. Essas proteínas (chamadas E6 e E7) interferem com o mecanismo das células para interromper o crescimento indesejado (especificamente, duas proteínas chamadas p53 e Rb). 

Quando esse mecanismo é desativado, as células começam a dividir-se sem restrições. Também tendem a acumular mutações porque os danos no DNA não são reparados. Eventualmente, as células têm mutações adicionais suficientes para se tornarem cancerígenas. 

Fazer com que as células se dividam repetidamente é vantajoso para o vírus, porque é assim que o HPV se reproduz; cada vez que uma célula hospedeira se divide, produz mais vírus. 

Pesquisas anteriores haviam apontado a falha no reparo do DNA como uma possível razão pela qual os cancros causados pelo HPV são mais sensíveis à radiação. Mas existem vários tipos de reparo de DNA - qual poderia estar envolvido era uma questão em aberto.

 

Participando no reparo do DNA 

Para chegar ao fundo dessas perguntas, os pesquisadores primeiro procuraram evidências de diferentes tipos de reparo do DNA em mais de 10.000 tumores em 32 tipos de cancro em na base de dados do The Cancer Genome Atlas. Descobriram que os cancros causados pelo HPV têm alterações no DNA mais características de um processo de reparo chamado junção final mediada por micro homologia (MMEJ). Essa forma de reparo do DNA é um sistema de backup que entra em ação quando outros sistemas de reparo falham, mas é propenso a cometer erros. 

Os pesquisadores então voltaram-se para experiências de laboratório. Introduzindo quebras de DNA nas células cancerígenas infetadas por HPV e medindo como essas quebras foram reparadas, os cientistas do MSK confirmaram que o HPV (especificamente a proteína E7) suprime uma forma de reparo de DNA chamada junção final não-holónoma canónica. Como resultado, as células tornam-se mais dependentes do MMEJ. 

Porque é que o HPV pode preferir esta forma de reparo menos preciso? Algumas evidências sugerem que o MMEJ ajuda o vírus a integrar o seu DNA no DNA da célula hospedeira. O Dr. Higginson diz que procurar biomarcadores da dependência do MMEJ nos cancros pode ajudar os médicos a adaptar os tratamentos àqueles que mais se beneficiam deles. Além disso, os resultados fornecem uma justificação para explorar maneiras de bloquear os fatores MMEJ com medicamentos nos cancros causados pelo HPV. Esses resultados foram publicados em 7 de outubro de 2019 na revista Proceedings da National Academy of Sciences. 

Os cancross causados pelo HPV constituem cerca de 4,5% de todos os tumores sólidos. Está disponível uma vacina para prevenir a infeção pelas cepas de HPV mais perigosas. 

 

Fonte: Oral CAncer Foundation/Memorial Sloan Kettering Cancer Center

Autor: Matthew Tontonoz

Foto: CC0 Public Domain

Artigo original OCF: "Cancers Caused by HPV Respond Better to Treatment — a New Study Helps Explain Why"

Recomendado pelos leitores

Pacientes prescritos com opioides após extração dentária relatam sentir mais dor
ARTIGOS

Pacientes prescritos com opioides após extração dentária relatam sentir mais dor

LER MAIS

Vaping altera o microbioma oral e aumenta o risco de infeção
ARTIGOS

Vaping altera o microbioma oral e aumenta o risco de infeção

LER MAIS

Estudo mostra que elixires orais comummente usado podem tornar a saliva significativamente mais ácida
ARTIGOS

Estudo mostra que elixires orais comummente usado podem tornar a saliva significativamente mais ácida

LER MAIS

Translate:

OJD71 MARÇO 2020

OJD71 MARÇO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.