O JornalDentistry em 2020-4-04

ARTIGOS

Interromper o suprimento sanguíneo de tumores como uma nova estratégia para tratar o cancro oral

Pesquisadores da Universidade de Okayama publicaram recentemente um estudo na Cells, no qual reduziram o tamanho dos tumores orais do cancro, danificando os vasos sanguíneos ao redor das células tumorais.

As células cancerígenas têm mecanismos engenhosos de sobrevivência dentro do corpo. Uma estratégia que  adotam é o desenvolvimento de uma rede de vasos sanguíneos em torno de si como fonte de suprimento sanguíneo. Os cientistas vêm investigando há muito tempo maneiras de impedir esse fluxo sanguíneo nas células cancerígenas. 

CXCR4 é uma proteína conhecida por estar intimamente envolvida com o crescimento do tumor. No entanto, seu papel exato na progressão do tumor não é claro. Uma equipe de pesquisa liderada pelo professor assistente KAWAI Hotaka e YOSHIDA Saori (estudante de graduação, D.D.S.), professor assistente EGUCHI Takanori da Universidade de Okayama  mostrou recentemente que o CXCR4 é o principal culpado pela manutenção do arranjo dos vasos sanguíneos do tumor.

Em primeiro lugar, descobriram que a imuno-histoquímica em amostras clínicas humanas revelou que os vasos tumorais expressavam CXCR4 em amostras de cancro oral humano. A próxima pergunta a surgir era se os vasos sanguíneos ricos em CXCR4 estavam a promover o crescimento do tumor. Para investigar essa hipótese, as células cancerígenas orais foram transplantadas em ratos. Depois que o tumor cresceu no corpo dos ratos, receberam o AMD3100 - um medicamento que antagoniza o CXCR4. Quando os tumores foram posteriormente observados ao microscópio, várias áreas estavam necróticas. Observou-se um padrão característico de necrose em que o tecido tumoral que estava distante do vaso sanguíneo estava necrotizado, deixando o tecido tumoral próximo à periferia do vaso sanguíneo. Este padrão aleatório de morte celular de tumor foi denominado "inibição angiogénese do tumor desencadeada por necrose" (TAITN) pelos pesquisadores. A ampla área do tecido tumoral também mostrou uma falta grave de oxigénio, que foi acompanhada por um comprometimento da angiogénese. A inibição do CXCR4 parecia induzir necrose tumoral, danificando os vasos sanguíneos e impedindo as células de um suprimento saudável de oxigénio. 

Este estudo é o primeiro a mostrar o papel do CXCR4 na promoção do crescimento tumoral, fornecendo às células cancerígenas uma rede saudável e organizada de vasos sanguíneos. Estratégias que podem atrapalhar essa rede podem ser mais exploradas como terapias anti-cancro.

Segundo a equipa o CXCR4 desempenha um papel crucial na angiogénese tumoral necessária para a progressão do OSCC, enquanto o TAITN induzido pelo antagonismo do CXCR4 pode ser uma estratégia terapêutica antiangiogénica eficaz no tratamento do OSCC.

Background

O CXCR4 é uma proteína vital na manutenção e crescimento das células que produzem sangue dentro do nosso corpo. Nos fetos, o CXCR4 também é responsável pela formação de certos vasos sanguíneos. Aliás, o CXCR4 também está presente em várias formas de cancro, como o cancro de mama, fígado e oral. Frequentemente, os tumores que mostram a presença de CXCR4 tendem a crescer mais rapidamente do que aqueles que não tem. Dada a sua ligação com os vasos sanguíneos e a progressão do cancro, a equipe de pesquisa da Universidade de Okayama procurou investigar se o CXCR4 promove diretamente o crescimento do cancro, fornecendo sangue aos tumores.

 

Artigo original OCF:  "Okayama University Research: disrupting blood supply to tumors as a new strategy to treat oral cancer"

Fonte: Oral Cancer Foundation / www.prnewswire.com

Autor: Universidade de Okayama

Referência: Saori Yoshida, Hotaka Kawai *, Takanori Eguchi *, Shintaro Sukegawa, May Wathone Oo, Chang Anqi, Kiyofumi Takabatake, Keisuke Nakano, Kuniaki Okamoto, Hitoshi Nagatsuka. "Tumor Angiogenic Inhibition Triggered Necrosis (TAITN) in Oral Cance". Cell, 2019, 8 (7), 761.

Recomendado pelos leitores

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19
ARTIGOS

Os níveis de vitamina D parecem desempenhar um papel nas taxas de mortalidade por COVID-19

LER MAIS

Melhorar o tratamento da periodontite
ARTIGOS

Melhorar o tratamento da periodontite

LER MAIS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita
ARTIGOS

Tratamento para o Covid-19 no horizonte, mas a vacina permanece uma incógnita

LER MAIS

Translate:

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.