O JornalDentistry em 2020-5-14

ARTIGOS

Introdução às aplicações a laser em tratamentos dentários

Atualmente, os lasers dentários comerciais disponíveis estão na faixa de 377nm a 10600nm e são todos de radiação eletromagnética não ionizante, ou seja, não causam mutações nos componentes celulares do DNA, como os raios gama e raios-X.

 

Alguns lasers estão no espetro visível da luz (cerca de 380 nm - 750 nm), como a luz violeta do laser Alexandrite 377 nm, que possui uma absorção não muito alta na dentina. Outro laser no espero visível é o novo laser de díodo azul 445nm, que é altamente absorvido pela hemoglobina, quase 500 vezes, além dos lasers de diodo de 810nm, permitindo uma fácil ablação dos tecidos moles. A frequência dobrou o laser de cor verde Nd: YAG 532nm, também chamado de laser KTP (Potassium Titanyl Phosphate), muito útil para o clareamento fotoquímico. O laser He-Ne (Helium Neon) possui luz vermelha de 632nm ou o laser de diagnóstico de cárie Diagnodent usa um comprimento de onda visível de 655nm, etc. 

Todo os restantes lasers dentais emite luz invisível na parte infravermelha próxima, média e distante do espetro eletromagnético: o laser de díodo (805, 808, 810, 830, 940, 980 e 1064nm), o laser Nd: YAG (1064nm) ), os lasers da família Erbium com o laser Er, Cr: YSGG (2780nm) e laser Er: YAG (2940nm), laser de CO2 (9300, 9600 e 10600nm) .

 

Lasers dentários de infravermelhos invisíveis 

Atualmente, todos os lasers dentários disponíveis são lasers para tecidos moles. O médio dentista pode escolher entre a variedade de comprimentos de onda, porque todos são absorvidos por pelo menos um dos componentes dos tecidos moles. 

 

Os comprimentos de onda dentais infravermelhos podem ser divididos em 2 categorias principais: 

Comprimentos de onda curtos do laser no espetro próximo do infravermelho (800-1100 nm), como díodos e lasers Nd: YAG, são essencialmente transmitidos através da água, mostrando um baixo coeficiente de absorção na água. Isso explica sua dispersão profunda em tecidos moles saudáveis (0,8-6 mm). No entanto, são absorvidos seletivamente em áreas de inflamação por componentes sanguíneos e pigmentos teciduais, o que os tornam lasers de tecidos moles por excelência. Também existe uma interação mínima ou nula de díodos e lasers Nd: YAG com tecido duro dentário saudável, o que os torna adequados apenas para procedimentos com tecidos moles. 

Todas as aplicações cirúrgicas com lasers dependem da conversão de energia eletromagnética em energia térmica. 

Esses lasers são bastante eficazes para procedimentos intraorais de tecidos moles, como gengivectomia, operculectomia, biópsia oral, canal gengival, descoberta de implantes de segundo estágio, remoção de frenotomia e fibroma, etc. 

No entanto, também podem ser usados para procedimentos periodontais onde predomina o desbridamento sulcular da bolsa periodontal. Eles também podem ser aplicados para clareamento dental assistido por laser, dessensibilização da dentina, irradiação direta a laser em endodontia com laser convencional. 

Além disso, os comprimentos de onda curtos do laser também possuem excelentes propriedades de fotobiomodulação.

Comprimentos de onda de laser mais longos, infravermelho médio e infravermelho longo, como a família Erbium e os lasers de CO2, apresentam um coeficiente de absorção muito alto na água e, devido ao alto teor de água da mucosa oral (> 70 - 90%), são muito seletivos para procedimentos em tecidos moles. A ablação do tecido é alcançada através da vaporização quase instantânea da água intersticial, levando a uma fragmentação explosiva da estrutura do tecido, tornando-os lasers de tecidos moles e duros ao mesmo tempo. 

Estes lasers (Er, Cr: YSGG, Er: YAG e CO2) também podem ser aplicados em terapia periodontal, como remoção direta de cálculos por meio de dimensionamento e planejamento radicular (SRP) da bolsa periodontal, irradiação indireta a laser e efeito foto acústico no procedimento endodôntico , tratamento de mucosite e periimplantite, todas as situações clínicas de corte ósseo e procedimentos restauradores, etc. 

Vantagens das aplicações cirúrgicas a laser de díodo em comparação com as técnicas convencionais 

As propriedades inerentes à luz do laser tornam os lasers cirúrgicos de díodo o tratamento de escolha no corte de tecidos moles orais devido à sua capacidade de: 

— Alcançar excelente efeito hemostático no local cirúrgico sem sangue devido à natureza da ablação foto térmica que causa desnaturação de proteínas nos tecidos, levando à vedação de pequenos vasos e também à estimulação da produção do fator VII de coagulação 

— Sem suturas, sem curativos - cura por intenção secundária. Outra vantagem é a produção de coágulo de superfície quando o laser é utilizado, evitando a necessidade de suturas. 

— Menos cicatrizes - associadas à falta de alinhamento de fibroblastos na linha incisional. 

— Menos anestésico necessário 

— Reduz a quantidade de bactérias e outros patógenos no local da cirurgia 

— Reduz o tempo do na cadeira e reduz a dor no período operatório 

— Pode ser usado em pacientes medicados

— Longo período de cicatrização nas fases iniciais 

— Efeito fotobiomodulação: dor pós-operatória mínima, edema com mínimo de infeção e desconforto, reduzindo assim a necessidade de analgésicos. 

 

Clique  AQUI   para ler artigo original completo

 

Autor: Dr. Hoda El Hallal (drhodaelhallal@yahoo.fr) – Cirurgão Dentista, Private Practice in Beirut-Lebanon, Diploma in Oral Biology – DOB, Fellowship & Master of Science MSc in Laser Dentistry, Professor a.c. at Genoa University, Reviewer at LIMS

Recomendado pelos leitores

De acordo  com uma nova pesquisa os Dentes servem como “arquivo da vida”
ARTIGOS

De acordo com uma nova pesquisa os Dentes servem como “arquivo da vida”

LER MAIS

Alguns meses de “Vaping” colocam pessoas saudáveis em risco de  doença oral
ARTIGOS

Alguns meses de “Vaping” colocam pessoas saudáveis em risco de doença oral

LER MAIS

Investigadores de materiais aprofundam vulnerabilidades envolvidas na cárie dentária humana
ARTIGOS

Investigadores de materiais aprofundam vulnerabilidades envolvidas na cárie dentária humana

LER MAIS

Translate:

OJD 75 JULHO 2020

OJD 75 JULHO 2020

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.