O JornalDentistry em 2018-10-15

ARTIGOS

Os antibióticos destroem as “bactérias boas” piorando a infeção oral

Uma equipe de pesquisadores da Case Western Reserve University descobriu que os antibióticos realmente matam as bactérias "boas", mantendo a infeção e a inflamação sob controle.

Novas pesquisas mostram que os micróbios do corpo são eficazes na manutenção de células imunológicas e na morte de certas infeções orais. 

Os cientistas há muito sabem que o uso excessivo de antibióticos pode fazer mais mal do que bem, o uso excessivo pode causar resistência aos antibióticos. Mas a pesquisa sobre esse fenómeno na saúde oral foi um território inexplorado. 

Pushpa Pandiyan, professoraas  assistente de ciências biológicas na Escola de Medicina Dentária, liderou uma equipe de pesquisadores para examinar bactérias "residentes", os seus ácidos gordos e os efeitos sobre certos tipos de glóbulos brancos que combatem as infeções orais. 

Especificamente, os pesquisadores analisaram a "manutenção de curto prazo" das células Tregs e Th-17 no combate às infeções fúngicas, como a Candida, em ambiente de laboratório. Descobriram que essas defesas naturais eram muito eficazes na redução de infeções e inflamações indesejadas - e que os antibióticos podem inibir essas defesas naturais.  O trabalho foi publicado recentemente em Frontiers in Microbiology.

De acordo com Pandiyan o objetivo foi  descobrir o que acontece quando não há bactérias para combater uma infeção fúngica. O que se descobriu foi que os antibióticos podem matar as cadeia curta dos ácidos gordos  produzidos pelas próprias  bactérias boas do corpo.

Temos boas bactérias fazendo um bom trabalho todos os dias, por que matá-las? É o caso de muitas infeções, que se resolvem sozinhas. Claro que os antibióticos ainda são necessários para infeções graves.  O corpo têm muitas defesas naturais com as quais não nos devemos  intrometer. 

O   uso excessivo de antibióticos é desnecessário, e  sabe-se também que existe uma ligação definitiva entre saúde oral e saúde geral, acrescentou Pandiyan que considera  que o estudo poderá ter implicações mais amplas sobre os efeitos protetores da "microbiota residente" em alguns tipos de infeções.

Pandiyan está trabalhar simultaneamente num projeto de pesquisa do National Institutes of Health que examina pacientes com VIH e que desenvolveram problemas de saúde oral como resultado do enfraquecimento do sistema imunológico.

 

Fonte: ScienceDaily/Universidade Case Western Reserve

Autores: Natarajan Bhaskaran, Cheriese Quigley, Clarissa Paw, Shivani Butala, Elizabeth Schneider, Pushpa Pandiyan.

Artigo original Science Daily: "Antibiotics destroy 'good bacteria' and worsen oral infection"


 

Recomendado pelos leitores

Saúde oral deficiente ligada a pressão arterial elevada
ARTIGOS

Saúde oral deficiente ligada a pressão arterial elevada

LER MAIS

Quando começam a surgir os efeito do tabaco? Mais cedo do que se pensa
ARTIGOS

Quando começam a surgir os efeito do tabaco? Mais cedo do que se pensa

LER MAIS

Pesquisa do microbioma de língua mostra importância da Saúde Oral
ARTIGOS

Pesquisa do microbioma de língua mostra importância da Saúde Oral

LER MAIS

Translate:

OJD 55 OUTUBRO de 2018

OJD 55 OUTUBRO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.