O JornalDentistry em 2018-10-30

ARTIGOS

Saúde oral deficiente ligada a pressão arterial elevada

A má saúde oral pode interferir no controle da pressão arterial em pessoas diagnosticadas com hipertensão. A doença periodontal, parece piorar a pressão arterial e interferir no tratamento da hipertensão.

Os resultados do estudo ressaltam a importância de uma boa saúde oral no controle da pressão arterial e seu papel na prevenção dos efeitos cardiovasculares adversos conhecidos como decorrentes da hipertensão não tratada. 

De acordo com uma nova pesquisa publicada na revista Hypertension da American Heart Association, pessoas com pressão alta medicadas para essa condição são mais propensos a ter uma ação terapêutica mais eficaz se tiverem uma boa saúde oral. 

As conclusões da análise, baseada em numa revisão de registos médicos e de medicina dentária de mais de 3.600 pessoas com pressão alta, revelam que aqueles com gengivas saudáveis têm menor pressão arterial e respondem melhor a medicamentos para baixar a pressão arterial, em comparação com indivíduos que têm periodontite. Especificamente, as pessoas com doença periodontal eram 20% menos propensas a alcançar pressão sanguínea saudável, em comparação com pacientes com uma boa saúde oral. O pesquisador Davide Pietropaoli, Ph.D., da Universidade de L'Aquila, na Itália. 

considera que os médicos devem prestar muita atenção à saúde oral dos pacientes, particularmente aqueles que recebem tratamento para a hipertensão, e exortar aqueles com sinais de doença periodontal a consultar um médico dentista. Da mesma forma, os profissionais de medicina dentária devem estar cientes de que a saúde oral é essencial para a saúde fisiológica geral, incluindo o estado cardiovascular. 

O intervalo de pressão arterial alvo para pessoas com hipertensão é inferior a 130/80 mmHg de acordo com as últimas recomendações da American Heart Association / American College of Cardiology. No estudo, pacientes com periodontite grave tinham pressão sistólica em média, 3 mmHg maior do que aqueles com boa saúde oral. Embora aparentemente pequena, a diferença de 3 mmHg é semelhante à redução da pressão arterial que pode ser alcançada pela redução do consumo de sal em 6 gramas por dia (equivalente a uma colher de chá de sal ou 2,4 gramas de sódio), concluíram os pesquisadores. 

A presença de doença periodontal aumentou ainda mais a pressão arterial até 7 mmHg, entre as pessoas com hipertensão não tratada, segundo o estudo. A medição para a pressão arterial d diminuiu para o intervalo, de 3 mmHg acima do normal, mas no a eliminou completamente, sugerindo que a doença periodontal pode interferir com a eficácia da terapia par pressão arterial. 

Os pacientes com pressão alta e os médicos que cuidam deles devem estar cientes de que uma boa saúde oral pode ser tão importante no controle da doença quanto várias intervenções no estilo de vida que ajudam a controlar a pressão arterial, como uma dieta pobre em sal. exercício e controle de peso, comentou Pietropaoli. 

Embora o estudo não tenha sido projetado para esclarecer exatamente como a doença periodontal interfere no tratamento da pressão arterial, os pesquisadores afirmam que seus resultados são consistentes com pesquisas anteriores que relacionam inflamação oral de baixo grau com danos nos vasos sanguíneos e risco cardiovascular. 

 

Fonte: ScianceDaily/American Heart Association

Artigo original  ScianceDaily: ”Poor oral health linked to higher blood pressure, worse blood pressure control”

 

Recomendado pelos leitores

Quando começam a surgir os efeito do tabaco? Mais cedo do que se pensa
ARTIGOS

Quando começam a surgir os efeito do tabaco? Mais cedo do que se pensa

LER MAIS

Pesquisa do microbioma de língua mostra importância da Saúde Oral
ARTIGOS

Pesquisa do microbioma de língua mostra importância da Saúde Oral

LER MAIS

Pesquisa dentária mostra que fumar enfraquece o sistema imunológico
ARTIGOS

Pesquisa dentária mostra que fumar enfraquece o sistema imunológico

LER MAIS

Translate:

OJD 55 OUTUBRO de 2018

OJD 55 OUTUBRO de 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES

O nosso website usa cookies para garantir uma melhor experiência de utilização.