O JornalDentistry em 2018-1-11

ARTIGOS

Inquérito da CWRU justifica a sedação moderada em casos de ansiedade dentária

A ansiedade dental pode ser tão extrema para alguns pacientes que um simples cotonete nas gengivas faz com que eles se contorçam. E outros, com medo da dor, simplesmente evitem consultar o médico dentista.

O novo estudo realizado por investigadores de medicina dentária da Case Western Reserve University sobre quando e como usar sedativos durante procedimentos dentários. 

Como resultado, a medicina dentária está respondendo com técnicas de sedação para tornar os pacientes com medo e ansiedade mais confortáveis. 

Para uma tese de mestrado em Endodontia, Madhavi Setty, DDS, MSD, começou a entender como as especialidades dentárias como Endodontia, Periodontia e a Cirurgia Oral aplicam a sedações moderadas nas diferentes especialidades. 

A sedação moderada permite que o paciente permaneça consciente, suprimindo as respostas do cérebro à dor e ao stress enquanto ainda se pode comunicar com o médico dentista. As três especialidades dentárias relataram o uso de sedação moderada em conjunto com a anestesia local, a fim de controlar ansiedade e a dor. 

As conclusões de Setty foram relatadas num artigo publicado no Journal of Endodontics:, denominado "An Analysis of Moderate Sedation Protocols Used in Dental Specialty Programs: A Retrospective Observational Study."

Thomas A. Montagnese, DDS, MS, professor assistente do Departamento de Endodontia da Case Western Reserve School of Dental Medicine, é o autor correspondente do estudo e o assessor de tese da Setty. Outros autores contribuintes são: Anita Aminoshariae, DDS, MS, professor assistente e Andre Mickel, DDS, MSD, professor e presidente do departamento de endodontia, e Dale Baur, DDS, MD, professor e presidente do departamento de cirurgia oral e maxilofacial da CWRU. Os membros da faculdade estavam no comitê de tese de Setty. 

Os resultados vieram de um estudo retrospetivo de 84 pacientes, que receberam cuidados e sedação moderada durante uma visita às clínicas dentárias de Case Western Reserve em programas de pós-graduação em Endodontia, periodontia e cirurgia oral entre 2010 e 2012. 

O estudo também analisou a idade, o sexo e as condições médicas de cada paciente, como pressão alta, problemas cardíacos ou diabetes, que requerem consideração durante os tratamentos. 

Os pacientes variaram em idade entre 8 e 88 anos; a idade média era 45. A maioria (63%) eram mulheres. 

Os pesquisadores descobriram que a sedação moderada foi usada principalmente para acalmar a ansiedade em mais da metade dos pacientes (54 por cento), seguido pelo medo de agulhas (15 por cento), falhas locais de anestesia (15 por cento) e reflexo de mordida severa e claustrofobia ( ambos 8 por cento). 

A capacidade de usar sedação moderada permite aos endodontistas mais opções para cuidar do paciente - especialmente para aqueles ansiosos e temerosos de dor.

Fonte:CASE WESTERN RESERVE UNIVERSITY/Eurekalert

Artigo original:  "CWRU dental survey finds dental anxiety leads cause for moderate sedation"

Recomendado pelos leitores

Localização dos cancros orais em fumadores e não fumadores
ARTIGOS

Localização dos cancros orais em fumadores e não fumadores

LER MAIS

Estratégias  para distúrbios orais potencialmente malignos (DOPM)
ARTIGOS

Estratégias para distúrbios orais potencialmente malignos (DOPM)

LER MAIS

Perda dentária na meia idade e o  risco de doença coronária
ARTIGOS

Perda dentária na meia idade e o risco de doença coronária

LER MAIS

Translate:

OJD 50 ABRIL 2018

OJD 50 ABRIL 2018

VER EDIÇÕES ANTERIORES