O JornalDentistry em 2017-11-28

ARTIGOS

Revisão dos Protocolos para aplicação de implantes dentários em pacientes edêntulos com cancro oral

Um estudo recente comparou dois protocolos para colocação de implantes em pacientes edêntulos com cancro oral. O estudo, realizado pelo Centro Médico Universitário de Utrecht, Holanda, analisou a colocação do implante durante a cirurgia ablativa versus a aplicação dos implantes mais tarde e comparou os custos e os resultados clínicos.

A prática atual para a reabilitação de pacientes com cancro oral favorece a colocação de implantes após um período sem doença de pelo menos seis meses. No entanto, estudos recentes relataram resultados promissores para implantes aplicados durante a cirurgia ablativa. 

Esses estudos sugerem que essa abordagem pode levar a uma melhor função mastigatória a longo prazo, o que é particularmente importante para restaurar a qualidade de vida.

Os pesquisadores usaram dados coletados de pacientes edêntulos que receberam cirurgia curativa de tumor  entre 2007 e 2009. Eles descobriram que as taxas de falha do implante não eram significativamente diferentes entre os dois protocolos. A principal diferença entre as abordagens foi que os custos individuais eram muito menores para a aplicação do implante durante a cirurgia ablativa. 

O custo dos procedimentos envolvendo colocação adiada foi 86% maior por paciente.

Custos de tratamento mais elevados estão associados a procedimentos que envolvem a colocação tardia, pois normalmente requerem oxigenoterapia hiperbárica, bem como anestesia geral, que requerem o uso de mais recursos hospitalares. A colocação durante a cirurgia ablativa requer apenas tempo de cirurgia extra e, portanto, menores custos associados. Este estudo apareceu pela primeira vez na Clinical Oral Implants Research.

 

Fonte: EAO European Association Osseointegration

Artigo original:“Protocols for implant placement in oral cancer patients examined”


 

Recomendado pelos leitores

Deficiências imunológicas explicam as cáries excessivas em algumas crianças
ARTIGOS

Deficiências imunológicas explicam as cáries excessivas em algumas crianças

LER MAIS

O número de nódulos metastáticos é um indicador de sobrevivência no cancro oral
ARTIGOS

O número de nódulos metastáticos é um indicador de sobrevivência no cancro oral

LER MAIS

Bactérias cariogénicas produzem substância que as ajuda na tolerância ao cálcio
ARTIGOS

Bactérias cariogénicas produzem substância que as ajuda na tolerância ao cálcio

LER MAIS

Translate:

OJD 45 NOVEMBRO 2017

OJD 45 NOVEMBRO 2017

VER EDIÇÕES ANTERIORES